blank blank

Multilaser estreia na bolsa de valores avaliada em R$ 9 bilhões

Multilaser estreia na bolsa de valores avaliada em R$ 9 bilhões

A Multilaser, uma empresa já conhecida no segmento de eletroeletrônicos e informática, faz hoje sua estreia na B3, a bolsa de valores brasileira. A companhia surge trazendo altas expectativas, já que conta com um valor de mercado avaliado em mais ou menos R$ 9 bilhões.

Leia também:

Multilaser anuncia dois novos roteadores Gigabit
Multilaser anuncia o lançamento de cinco drones

Caminho da Multilaser

multilaser

A Multilaser é uma empresa já bastante conhecida em território brasileiro. Ela foi fundada em 1987 por Israel Ostrowiecki e nesse começo era especializada em importação de copiadoras xerox e também trabalhava com recargas para cartuchos de impressoras.

Israel faleceu em 2003, e então seu filho Alexandre, com apenas 24 anos, assumiu o controle da empresa. Nesse mesmo período, Alexandre percebeu que eles precisavam evoluir e mudar o foco principal para conseguir um espaço no mercado de trabalho competitivo da época, e por isso uniu-se ao amigo Renato Feder para isso.

Eles preferiram manter o foco diversificado e assim a Multilaser passou a também produzir e distribuir outros tipos de produtos como dispositivos eletrônicos, acessórios para uso em informática, aparelhos e produtos voltados para o bem estar e até mesmo se aventurou na categoria de brinquedos.

Hoje em dia a Multilaser trabalha com mais ou menos 20 marcas, algumas que são próprias e outras que são representadas como, por exemplo, o acordo fechado em meio para produzir TVs da marca Toshiba.

Início otimista na bolsa de valores

multilaser

E ela começa bem na bolsa de valores. O otimismo também se deve à oferta inicial de ações, que é representada pela sigla IPO, em inglês. O preço por ação da empresa foi fixado em R$11,10 na operação, um valor que está um pouco acima do piso da faixa indicativa, que tinha como valor mínimo R$10,80.

Esse foi um passo importante, que rendeu à Multilaser R$1,9 bilhão com essa oferta inicial de ações. Esse valor deverá ajudar a reforçar alguns aspectos da empresa como o caixa, o pagamento de dívidas e até mesmo financiamentos visando a expansão e futuras aquisições.

Esse IPO otimista da Multilaser também serviu para atrair fundos importantes, como Moat, Truste, Velt e XP Asset. Porém, apesar desse início bem positivo, a empresa já deixou claro que seu interesse é negociar apenas os papéis da oferta-base, ou seja, nada de negociações com o lote adicional de ações.

As ações da Multilaser na B3 são identificadas com a sigla MLAS3.

Sobre o Autor

Redes Sociais:

Deixe seu comentário