Xiaomi Mi 11 Pro recarrega a bateria por completo em apenas 8 minutos

Xiaomi Mi 11 Pro recarrega a bateria por completo em apenas 8 minutos

Neste domingo (30) a Xiaomi quebrou mais um recorde no que diz respeito ao tempo de recarga das baterias. Usando um Mi 11 Pro modificado, a companhia chinesa conseguiu encher uma bateria de 4.000 mAh em apenas 8 minutos! Para isso, a empresa usou potências de recarga de 200 watts com o cabo e 120 watts por indução.

Com esse feito, a Xiaomi eleva (e muito) o seu recorde anterior. Em outubro do ano passado, ela já havia demonstrado uma tecnologia de carregamento rápido que demorava 19 minutos para recarregar uma bateria de 4.000 mAh. Em 8 minutos ela conseguia preencher metade da capacidade. Agora em 8 minutos ela vai de 0 a 100%.

HyperCharger

Esse sistema de recarga de 200W, batizado de HyperCharge, está em desenvolvimento desde novembro de 2020. E agora, através do perfil oficial no Twitter, a companhia chinesa oficializou a tecnologia.

Com uma potência de carga de 200W, o carregador consegue preencher 50% da capacidade de armazenamento de uma bateria de 4.000 mAh em apenas 3 minutos! É válido ressaltar que essa velocidade impressionante só é possível via cabo. Por indução a potência é um pouco maior e o tempo de carregamento é maior.

Quando usada uma base de carregamento wireless, a potência de recarga é de 120W. Assim, uma bateria de 4.000 mAh levou 7 minutos para ter 50% de sua capacidade preenchida. Para chegar aos 100% ela levou 15 minutos. Ainda assim, números impressionantes. Antes disso, o carregamento por indução mais rápido também era da Xiaomi, mas tinha “apenas” 80W.

No vídeo acima você pode conferir ambos os testes realizados. O celular utilizado foi um Mi 11 Pro que sofreu algumas modificações. Originalmente, a versão que é vendida para o público tem uma bateria de 5.000 mAh e veio com um carregador de 67W. Ele é capaz de recarregar o celular por completo em 30 minutos.

Smartphones da Xiaomi com recarga rápida

A Xiaomi já tem no mercado alguns smartphones que contam com tecnologias de recarga rápida. Por exemplo, o Mi 10 Ultra, lançado em agosto do ano passado, tem suporte à recarga de 120W. Com isso, ele vai de 0 a 100% em menos de 30 minutos.

Já em março de 2021, a companhia anunciou o smartphone gamer Black Shark 4, que também chegou com suporte à recarga de 120W. No caso, a bateria de 4.500 mAh vai de 0 a 100% em apenas 15 minutos! Ainda em março, veio à tona o Mi 11 Ultra, cuja capacidade de recarga sem fio é de 67 watts.

Xiaomi Mi 11 Ultra

Saúde da bateria

A Xiaomi acredita que vale mais a pena investir em pesquisas de carregamento rápido do que em melhorar as tecnologias de bateria existentes. Apesar de serem fantásticas, essas tecnologias de carregamento rápido não fazem tanta diferença na vida do consumidor final.

Os carregadores rápidos (Turbo Charger) que temos atualmente já dão conta do recado. Esperar 30 minutos para a bateria encher me parece um tempo razoável. Sem falar que muitos de nós deixamos o smartphone carregando a noite inteira, enquanto dormimos.

As baterias de íons de lítio sofrem muitos problemas quando recebem cargas muito grandes de energia. Isso reduz a vida útil delas. Sem falar que o smartphone precisa de um sistema de arrefecimento adequado para conseguir lidar com o calor gerado. Por isso, eu acho mais interessante que as empresas de tecnologia busquem por melhores soluções de bateria, como essa de íon de alumínio.

Sobre o Autor

Redes Sociais:

Deixe seu comentário

X