Apple estaria considerando adiar o novo iPhone devido ao coronavírus

Apple estaria considerando adiar o novo iPhone devido ao coronavírus

A Apple planeja adiar o lançamento de seu novo iPhone devido à pandemia do novo coronavírus, que também está causando um enorme impacto na economia mundial, de acordo com fontes ouvidas pelo site  Nikkei Asian Review . A nova geração do iPhone seria a primeira com suporte ao 5G.

A Apple já está atrasada em relação aos seus principais concorrentes, Samsung e Huawei, que já contam com smartphones compatíveis com 5G. A empresa Cupertino está monitorando de perto o surto de coronavírus em seus dois maiores mercados, Estados Unidos e Europa, para determinar se é necessário um atraso. Vale ressaltar que até o presente momento os Estados Unidos é o país com o maior número de casos do novo coronavírus (COVID-19).

A Apple normalmente realiza seus lançamentos para iPhone em setembro e, esperançosamente, o pior da pandemia já teria passado, porém o impacto na economia ainda estará em curso. Com todas as medidas agora sendo tomadas para conter a propagação do vírus, a economia global corre o risco de cair em recessão. Isso significa que os consumidores podem gastar menos e ter menos chances de atualizar seu telefone.

Independente se a Apple quiser seguir seu cronomogra inicial, a empresa também pode enfrentar problemas em relação a produção do aparelho. Agora que a China parece estar amplamente no controle do surto de coronavírus, muitas fábricas foram reabertas, mas, segundo Nikkei, várias delas estão enfrentando escassez de pessoal devido a quarentenas e restrições de viagens aplicáveis, impedindo-as de operar em plena capacidade. A Foxconn também está operacional novamente e diz que está pronta para produzir o novo iPhone dentro do prazo, mas, por sua vez, depende de fornecedores de outros componentes.

Foi solicitado a esses fornecedores que adiassem suas entregas. “Fomos informados de que precisaremos começar a enviar grandes quantidades a partir do final de agosto para atender o lançamento do novo produto da Apple, diferente dos anos anteriores que era em junho”, disse um fornecedor ao Nikkei. “A mudança foi feita muito recentemente e pode significar adiar a produção em massa do telefone por meses também.”

A discussão ainda está em estágio inicial e o relançamento não está completamente fora de questão”, diz uma das fontes do Nikkei. “No pior cenário, no entanto, o iPhone 5G pode demorar até 2021”. A Apple tomaria uma decisão final até maio, o mais tardar. 

O impacto do novo coronavírus no mercado de smartphones já começa aparecer. De acordo com dados da Strategy Analytics, as vendas de smartphones caíram 38% em fevereiro de 2020, em comparação ao mesmo período do ano passado. Este declínio é histórico. Desde que o primeiro iPhone foi lançado em 2007, a indústria de smartphones nunca sofreu uma queda tão drástica. Falando da Apple especificamente, a queda as vendas na China em fevereiro foi impressionante, redução de 60% da vendas.

 

Você também deve ler!

Coronavírus: Apple doa 2 milhões de máscaras à equipes médicas

IBM disponibiliza o supercomputador Summit para pesquisas contra o coronavírus

Sobre o Autor

Editor-chefe no Hardware.com.br, aficionado por tecnologias que realmente funcionam. Segue lá no Insta: @plazawilliam
Leia mais
Redes Sociais:

Deixe seu comentário