Por mais rapidez, Amazon começa a fazer entregas por drone

Por mais rapidez, Amazon começa a fazer entregas por drone

Sem fazer nenhum anúncio especial, a Amazon iniciou a entrega de mercadorias por meio de drones. Inicialmente a nova modalidade de entrega está disponível em duas localidades nos Estados Unidos: Lockeford (Califórnia) e College Station (Texas).

Em junho de 2022, a empresa confirmou o lançamento do projeto chamado Amazon Prime Air. No entanto, só seis meses depois que os planos se tornaram uma realidade, mostrando que não é tão simples assim transportar produtos pelo ar.

Leia também
12 curiosidades sobre a Amazon
O que é um Kindle?

Amazon Prime Air começa em cidades pequenas

Para ver o projeto se tornar uma realidade, a Amazon tem colaborado estreitamente com as autoridades da Administração Federal de Aviação dos EUA. A autorização para fazer entregas via drones foi dada em agosto de 2020. Mas só agora está realmente realizando os primeiros testes com o público.

Além de ter que trabalhar diretamente com a Administração Federal de Aviação, a empresa também precisa colaborar com os oficiais de ambas as cidades. Natalie Banke, porta-voz da empresa, comentou sobre os objetivos da marca:

Nosso objetivo é introduzir com segurança nossos drones nos céus. Estamos começando nessas comunidades e expandiremos gradualmente as entregas para mais clientes ao longo do tempo.

As cidades escolhidas pela Amazon não são tão grandes. Uma delas, inclusive, é menor do que a maioria dos bairros de capitais brasileiras. Em Lockeford, por exemplo, há cerca de 4 mil habitantes. Já em College Station há um número um pouco maior de habitantes, chegando a 120 mil. Mesmo assim, é uma cidade muito menor até mesmo que regiões metropolitanas brasileiras.

É óbvio que a pequena quantidade de moradores vai facilitar o serviço Amazon Prime Air. É um cenário perfeito para realizar os primeiros testes. A empresa de Jeff Bezos avisará aos clientes sobre a disponibilidade do serviço. Depois que a compra for confirmada, um drone levará o pacote até o quinta da casa do cliente e descerá o suficiente para soltar o produto no chão.

Walmart largou na frente

Uma das principais concorrentes da Amazon no varejo, a Walmart, também já oferece entregas por drones. Pouco tempo antes do início das festas de fim de ano, a companhia anunciou o serviço DroneUp. Ele estará disponível para 11 lojas localizadas na cidade de Dallas, no Texas.

Para ter um produto entregue por drones, o cliente do Walmart paga uma taxa de US$ 3,99. Mais de 10 mil produtos podem ser entregues por drones. Os itens variam de bandejas de ovos até jogos e acessórios para games.

Nos próximos meses o Walmart pretende expandir a modalidade de entrega DroneUp para outros cinco estados americanos. Com isso, cerca de 4 milhões de casas poderão desfrutar do serviço.

Infelizmente, no Brasil, essa é uma realidade que ainda está bem distante de acontecer. A única empresa que eu lembro de estar pensando em algo do tipo é o iFood, que já recebeu até autorização da ANAC no começo deste ano.

Fonte: Fox40

Sobre o Autor

Cearense. 34 anos. Apaixonado por tecnologia e cultura. Trabalho como redator tech desde 2011. Já passei pelos maiores sites do país, como TechTudo e TudoCelular. E hoje cubro este fantástico mundo da tecnologia aqui para o HARDWARE.
Leia mais
Redes Sociais:

Deixe seu comentário

X