Conheça os primeiros consoles compatíveis com CD antes do PSOne

Conheça os primeiros consoles compatíveis com CD antes do PSOne

Hoje em dia, embora muitos consoles tenham a opção de jogos digitais, muitos jogadores ainda colecionam e compram seus jogos com gráficos incríveis em mídia de CD. Essa mudança de formato de mídia nos consoles aconteceu há alguns anos e até hoje ainda é a opção física mais usada pelas empresas.

Por isso, nada melhor do que mergulhar um pouco no tempo e conhecer alguns consoles que participaram dos primórdios dessa evolução e que foram lançados antes do maior sucesso deles, o PlayStation One, ou PSOne.

Leia também:

5 consoles inesquecíveis da SEGA
Playstation 2, Nintendo DS e Wii: esses são os 10 consoles mais vendidos da história

A evolução e a importância do uso de CD como mídia física para consoles

Os consoles de videogame passaram por algumas gerações, e a cada nova geração os aparelhos traziam evoluções, principalmente em relação aos gráficos dos jogos suportados. A quinta geração de aparelhos foi marcada principalmente pela chegada dos jogos com gráficos em 3D.

Porém, além dos consoles, um detalhe que fez toda a diferença para que isso pudesse acontecer foi a inclusão do CD-ROM como mídia para os aparelhos. A novidade nesse sentido não foi exatamente a chegada dos gráficos 3D, já que eles já existiam nos computadores nos anos 90, e sim a chegada nos videogames.

Um dos fatores limitantes principais era justamente a pouca capacidade de armazenamento dos cartuchos que eram usados nas gerações anteriores, e por isso a evolução de conseguir ler e rodar um CD fez toda a diferença para isso mudasse, já que eles tinham uma capacidade muito maior.

Principais consoles que rodaram CD antes do PSOne

Ao pensar nos primórdios dos videogames que chegaram no mercado com a novidade de rodar CD, provavelmente o primeiro que virá em sua cabeça é o PlayStation One. É normal, já que o PSOne foi certamente um dos mais populares e conseguiu vender mais de 102 milhões de unidades durante seu tempo de vida. Embora ele não tenha sido o primeiro, certamente foi o primeiro a chamar tanta atenção.

PSOne

O PSOne foi lançado no dia 3 de dezembro de 1994 no Japão, porém vamos voltar um pouco no tempo para relembrar alguns outros lançamentos de consoles com CD que aconteceram antes da chegada do console da Sony.

Lançamentos em 1994

No mesmo ano de 1994, existiram ainda mais dois lançamentos de aparelhos nesse estilo, que vieram antes do PSOne.

O primeiro deles foi o Sega Saturn, que também ficou muito conhecido, embora não tanto quanto o PSOne. Ele foi lançado poucas semanas antes do aparelho da Sony, e esse foi o motivo das suas vendas terem sido tão baixas e apagadas, com um total de apenas 9,26 milhões de unidades.

Sega Saturn

O Sega Saturn também ficou marcado por ter sido o penúltimo esforço da Sega para permanecer no mercado de consoles de videogames que ela chegou a dominar com folga por um tempo, mas como a história nos conta, os esforços foram em vão. Alguns fãs da empresa ainda acreditam que eles desistiram cedo demais, outros acreditam que a empresa deveria ter apostado em um jogo exclusivo do seu grande sucesso, Sonic The Hedgehog, para garantir aquela pitada de coringa que fizesse os usuários desejarem o console com mais afinco.

O Saturn não era um console perfeito, sua arquitetura exclusiva de CPU dupla com 8 processadores o tornava mais difícil de programar, o que garantia um suporte mais fraco de terceiros. Porém, ainda assim, ele contava com uma biblioteca de jogos bem vasta, contando títulos em 2D e em 3D. Então ele ainda foi procurado por um tempo, principalmente pelos colecionadores. Infelizmente, não teve chance contra o PSOne na época.

O segundo lançamento de 1994 foi o Bandai Playdia Quick Interactive System, mas esse foi lançado apenas para o Japão em 23 de setembro, e por isso não é tão conhecido assim. Não se sabe ao certo quantas unidades foram vendidas, mas sabe-se que o número foi baixo. Uma parte disso é explicada pelo fato do aparelho ter sido destinado principalmente para crianças, então contava com uma biblioteca cheia de jogos de entretenimento e multimídia.

Bandai Playdia Quick Interactive System CD

Existiam ainda alguns jogos com personagens mais conhecidos como Hello Kitty e Dragon Ball Z, que foram lançados pela própria Bandai entre 1994 e 1996, mas nem isso foi suficiente para alavancar a popularidade do aparelho no país.

Lançamentos em 1993

Voltando um pouco mais no tempo, no ano de 1993, temos ainda outros aparelhos dessa vertente que não tiveram muito apelo com o público.

O primeiro foi o Multiplayer Interativo 3DO, que contou com o design licenciado para a Panasonic, a Sanyo e a Goldstar durante sua vida, sem ter de fato uma fabricante central. Ele não teve muito sucesso principalmente porque era muito caro para a época, com uma vida curta de apenas 3 anos e pouquíssimas vendas.

Multiplayer Interativo 3DO

Além do mais, ele tinha apenas 1 jogo disponível quando foi lançado. Durante os 3 anos que esteve no mercado ele recebeu mais opções, com um total de 200 jogos lançados, incluindo alguns em 3D. Porém, muitos eram muito ruins.

O segundo foi o Amiga CD32, que pelo nome já revela que seus pontos altos eram a capacidade de ler CD e os jogos de 32 bits. Ele foi lançado como o primeiro console de 32 bits lançados, porém há controvérsias quanto a isso, que ficará mais claro mais para frente. A verdade é que o console era quase uma versão do computador PC Amiga 1200 da época, e grande parte dos jogos foram portados do computador para o console.

Amiga CD32

Além do mais, ele também se tornava um player de CD de vídeo bastante funcional caso tivesse um módulo de vídeo MPEG. Ele até fez sucesso, tendo uma grande venda no final do ano de 1993, porém acabou sumindo logo depois, já que sua fabricante foi a falência.

E o terceiro foi lançado em fevereiro, chamado de Fujitsu FM Towns Marty. E, por isso, ele que acabou sendo para muitos o primeiro console de 32 bits a ser lançado, já que foi antes do CD32 em mais de 6 meses.

Fujitsu FM Towns Marty

Ele contava tanto com uma entrada para CD quanto uma para disquetes. Porém acabou sendo muito caro, e com um hardware muito exclusivo (algo parecido com o Saturn), então teve poucos jogos lançados para ele, e não fez tanto sucesso assim.

Lançamentos em 1991

Agora voltando mais um pouco, para 1991, podemos destacar um aparelho que não foi um console em si, mas um complemento de um. O Sega CD, também conhecido como Mega-CD, que foi lançado como um acessório que podia ser anexado no Sega Genesis (Mega Drive), e que permitia que ele pudesse ler mídia de CD e reproduzir jogos dessa forma.

Sega CD

Na prática, o que aconteceu é que a maioria dos jogos específicos para o Sega CD eram no estilo FMV (Full Motion Video), que é como um vídeo interativo onde os jogadores fazem escolhas para os personagens vividos por pessoas reais. Os outros eram basicamente os mesmos jogos que já existiam em cartucho para o console, porém com trilhas sonoras melhoradas. Ele teve uma vida útil de praticamente 6 anos e conseguiu vender 2,24 milhões de unidades.

É então, nessa retrospectiva, que chegamos ao Philips CDi, que foi lançado ainda antes do Sega CD em 1991 e acabou se tornando o primeiro console a rodar CD, embora tenha sido já um fracasso, posso adiantar isso.

Philips CDi

Na verdade, quando ele foi lançado, o Phillips CDi foi visto mais como um player de CD interativo do que um videogame em si. Isso porque ele também contava com enciclopédias e títulos de entretenimento educativos e interativos, indo além dos jogos.

Esses, por outro lado, não foram nem um pouco bem recebidos na época. Ele contava com muitos títulos FMV, que são aqueles feitos com pessoas reais e que o jogador interage com algumas cenas. Outros não agradaram muito, inclusive algumas versões de Zelda que acabaram sendo esquecidas de tão ruins. Ele conseguiu vender 1 milhões de unidades em um período de 8 anos, um número muito baixo que significou um grande prejuízo para a Phillips.

Um complemento para CD de 1988

Por fim, pulamos alguns anos, para o primeiro sistema de jogos a usar CDs que não foi lançado em 1990 e nem em 1989, e sim em 1988. Ele não detém o título verdadeiro de primeiro console a rodar CD (deixando para o Phillips CDi) justamente porque não era exatamente um console e sim mais um acessório como o Sega CD.

O CD-ROM System foi lançado no dia 4 de dezembro de 1988, e acabou se tornando um complemento para o TurboGrafx-16, que também era conhecido como PC Engine. Nos Estados Unidos o console foi lançado em 1990, mas ele já tinha sido lançado no Japão em 1987. Com isso, o CD-ROM System possibilitava que os jogadores pudessem rodar jogos com CD no Turbografx-16.

TurboGrafx-16 CD

Foram lançados cerca de 150 jogos para esse formato, incluindo alguns títulos de popularidade como o Street Fighter, Castlevania, Populous e Space Invaders. E não pode ser classificado como um fracasso, já que suas vendas foram bem interessantes para a época.

Fonte: oldschoolgamermagazine

Sobre o Autor

Redes Sociais:

Deixe seu comentário

X