Meta permitirá conteúdo adulto no metaverso

Meta permitirá conteúdo adulto no metaverso

A Meta divulgou um documento nesta semana que esclarece como conteúdos adultos serão introduzidos no metaverso. Essa “realidade paralela” será composta por vários “mundos”, em um ambiente que a empresa chama de Horizon Worlds. Daí os usuários poderão abordar conteúdos adultos nesses mundos, tais como “quase nudez” e outros temas voltados para maiores de idade.

Leia também
O que é metaverso? Entenda como o real e virtual fica cada vez mais semelhante
Qual a diferença entre realidade virtual, aumentada e mista?

Política de mundos adultos

O documento com as diretrizes para conteúdo adulto no metaverso foi publicado em uma página de suporte do Meta Quest. Ele se chama “Política de mundos adultos do Horizon”. Nele a Meta informa que deseja criar um ambiente de realidade virtual “seguro e acolhedor”. E, para isso, quando os mundos do Horizon tiverem temas adultos, ele deve ser marcado obrigatoriamente como “maduro”.

Daí o documento descreve uma série de tópicos destinados para o público adulto, mostrando o que pode e o que não pode. E o primeiro tópico é justamente sobre interações “sexualmente sugestivas” e que contenham “quase nudez”. Ainda será permitido, segundo o documento, “representações de pessoas em posições implícitas ou sugestivas” e também ambientes com “atividades excessivamente sugestivas”.

Metaverso

Entretanto, os mundos com conteúdos adultos não se limitam apenas a temas de cunho sexual. Os usuários poderão criar mundos com “atividades regulamentadas por idade”. Alguns exemplos são álcool, machonha e jogos de azar. É permitido também “conteúdo ficcional intenso ou excessivamente violento, incluindo sangue e gore, que possa chocar ou enojar os usuários”.

Ou seja, a Meta está praticamente implorando para que as pessoas comecem a entrar no metaverso. E todos sabemos que o que mais gera tráfego na internet e desperta o interesse das pessoas é conteúdo sexualmente atrativo. Em junho foi divulgado um estudo que mostrou que a busca por pornografia em realidade virtual cresceu 115% nesse ano.

Conteúdo sexualmente explícito está proibido

Eu sei que você ficou animado com a ideia, mas é bom ir baixando a bola. A Meta também deixou claro o que está proibido no Horizon Worlds. De acordo com a Política de Conduta na Realidade Virtual, está proibido conteúdos sexualmente explícitos. Em outras palavras, “nudez, representações de pessoas em posições explícitas ou conteúdo ou mundos sexualmente provocativos ou implícitos”.

Realidade virtual

Está proibido também a criação de mundos que abordem os seguintes temas:

  • Uso de drogas ilícitas;
  • Abuso de medicamentos controlados;
  • Atividades criminosas e/ou perigosas;
  • Violência intensa da vida real.

Outros temas que são proibidos envolvem a compra, venda ou negociações de armas de fogo, armas brancas, álcool, tabaco e outros produtos regulamentados.

Além disso, certas condutas também são proibidas no metaverso da Meta. A política de conduta da empresa cita ações como assédio, bullying, intimidação, ações ofensivas, gestos sexuais, sexualização de menores de idade e discursos de ódio de qualquer tipo (religioso, político, racial, etc).

E o que acontece se alguém violar estas regras. O documento também informa:

Se descobrirmos que você violou os Padrões da Comunidade ou esta Política de Conduta na Realidade Virtual em produtos do Facebook ou do Oculus, poderemos adotar medidas com relação à sua conta, como restringi-la ou suspendê-la temporariamente. Em caso de ofensas graves ou recorrentes, podemos desativar sua conta permanentemente.

Fontes: Meta 1 | Meta 2 | Digital Trends

Sobre o Autor

Cearense. 34 anos. Apaixonado por tecnologia e cultura. Trabalho como redator tech desde 2011. Já passei pelos maiores sites do país, como TechTudo e TudoCelular. E hoje cubro este fantástico mundo da tecnologia aqui para o HARDWARE.
Leia mais
Redes Sociais:

Deixe seu comentário

X