Fábricas de iPhones são fechadas na China em novo lockdown

#notícia

Quando a gente acha que está se livrando da pandemia, ela vem e mostra que ainda está viva. No começo desta semana as fábricas da região de Shenzhen, na China, foram fechadas por causa de uma nova onda do coronavírus.

Shenzhen é o principal polo tecnológico do país, com fábricas de diversas empresas, tais como Apple, Amazon, Google e fábricas que prestam serviços para Intel e NVIDIA.

Por causa de um novo surto da doença, as autoridades chinesas acharam melhor decretar um lockdown na cidade.  As restrições vão durar até o dia 20 de março. Mas caso o novo surto não diminua, ele pode ser prorrogado. Até o transporte público foi paralisado na região.

O jornal Nikkei Asia noticiou neste domingo (13) que várias fábricas da região também paralisaram suas atividades.  A principal delas foi a Foxconn, responsável pela fabricação dos iPhones. Além disso, um de seus maiores centros industriais está justamente na região de Shenzhen.

Mas não será apenas a Apple que será afetada com este novo lockdown. Empresas como Huawei, Oppo e TCL também possuem unidades fabris na região afetada.

A Foxconn, na tentativa de minimizar os impactos causados por essa paralisação, transferiu a produção para outras unidades no país.  Mas estas não têm o mesmo porte da fábrica que foi fechada. Além disso, a Foxconn está solicitando testes PCR diários de seus funcionários.

Veja outros stories ;)