Procon-SP analisará onda de reclamações sobre mudança de planos no Max

Procon-SP analisará onda de reclamações sobre mudança de planos no Max

Após a oficialização da mudança do HBO Max para Max, alteração que não passa apenas pelo nome, mas também na questão do conteúdo e também dos planos, há uma forte onda de reclamações ocorrendo no Brasil.

Diversos clientes insatisfeitos estão se manifestando pelas redes sociais e no site Reclame Aqui. Inúmeras questões estão sendo mencionadas, como problemas relacionados ao login e também uma mudança estrutural nas opções de assinatura. O HBO Max tinha apenas duas opções de planos, já o Max conta com três.

A principal alteração é em relação ao suporte ao 4K, que agora está disponível apenas no Platinum, plano mais caro. R$ 55,90/mês. O plano básico com anúncios (R$ 29,90) e o Standard (R$ 33,90/mês) oferecem conteúdo apenas na resolução FullHD.

“Como assinante desde o lançamento do hbo max no Brasil, recebi desconto vitalício de 50% no plano multitelas 4k. Porém, após a atualização para o Max, fomos transferidos para o plano standard, onde pagamos mais caro, mas ainda com 50% de desconto, porém com um downgrade, onde, agora, teremos direito a apenas 2 telas e resolução full hd.

Como se não bastasse, se optarmos pelo plano mais caro, para termos disponibilidade de mais telas e resolução 4k, como era antes da mudança para a Max, perderemos o desconto de 50%. Além disso, a empresa deu pouca explicação em relação a isso. Simplesmente nos sentimos enganados pela empresa, inadmissível estas mudanças onde só prejudica o assinante”, declaração de um cliente postada no Reclame Aqui.

O Procon-SP irá investigar o caso. Em declaração enviada ao Hardware.com.br, o órgão analisará as reclamações recebidas sobre a mudança do HBO Max para Max. Caso seja necessário, medidas cabíveis serão aplicadas.

Sobre o Autor

Editor-chefe no Hardware.com.br, aficionado por tecnologias que realmente funcionam. Segue lá no Insta: @plazawilliam Elogios, críticas e sugestões de pauta: william@hardware.com.br
Leia mais
Redes Sociais:

Deixe seu comentário

X