Microsoft Copilot usará o GPT-4 Turbo em breve, ficando mais potente

Microsoft Copilot usará o GPT-4 Turbo em breve, ficando mais potente

A Microsoft anunciou uma atualização significativa para o Copilot, seu assistente virtual integrado ao Windows e sucessor da Cortana, aposentada em agosto de 2023.

Essa atualização consiste na incorporação do GPT-4 Turbo, uma versão aprimorada do modelo de linguagem grande (LLM) da OpenAI, que foi anunciado no começo de novembro. Segundo a OpenAI, a versão Turbo do GPT-4 é uma atualização bem relevante para o ChatGPT.

Leia também
Bing Chat muda de nome; ele agora se chama Microsoft Copilot
Após 26 anos, Microsoft encerra suporte ao Windows CE

Vantagens do GPT-4 Turbo

O que é GPT-4 Turbo? Novos recursos, data de lançamento, preços explicados  - RafaS GeeK

A integração do GPT-4 Turbo no Copilot representa um avanço significativo em relação às capacidades do assistente virtual do Windows. Esta atualização, liberada recentemente pela OpenAI, torna o custo de operação do GPT-4 Turbo duas vezes mais barato na inclusão de prompts, um fator crucial para otimizar a eficiência e a acessibilidade da tecnologia.

A informação foi revelada por Mikhail Parakhin, diretor de anúncios e serviços web da Microsoft, em uma declaração feita no X/Twitter. Interessante notar que o perfil do diretor no Twitter parece uma conta fake. Não tem foto de perfil e nem o selinho de verificado. Mas sabe-se que a conta é verdadeira. Inclusive, ele possui vários seguidores que também trabalham na Microsoft.

Uma das principais inovações que o GPT-4 Turbo trará para o Copilot é a capacidade de processar até 128 mil caracteres nos prompts, o equivalente a 300 páginas de texto. Esta expansão na capacidade de entrada de dados torna o assistente virtual mais versátil e adaptável a diferentes tipos de tarefas e demandas, especialmente no ambiente corporativo, onde a análise de grandes volumes de dados é comum.

Microsoft Copilot ainda não é muito útil

Microsoft anuncia preços do M365 Copilot - Notícias na Cloud

Lançado no dia 26 de setembro, o Microsoft Copilot oferece funcionalidades como pesquisa integrada ao Bing, abertura de programas e ajuste de configurações do PC. A atualização com o GPT-4 Turbo deve aprimorar ainda mais essas capacidades, embora, atualmente, o assistente ainda apresente algumas limitações, como a dificuldade em reconhecer certos programas instalados.

Confesso que na época que o recurso foi liberado para os usuários, eu baixei a atualização com muita empolgação. Mas logo percebi que o Microsoft Copilot, pelo menos no Windows, ainda está muito cru e não é de muita ajuda no dia a dia. Ele até consegue abrir alguns programas e acessar algumas configurações, mas é mais rápido fazer essas ações manualmente mesmo.

Porém, para usuários com conhecimento limitado do Windows, o Copilot tem se mostrado um recurso útil, facilitando a realização de tarefas como a personalização de papéis de parede. No entanto, a tecnologia ainda está em fase de aprimoramento, evidenciado por situações em que o assistente fornece tutoriais em vez de executar diretamente ações como a alteração da resolução da tela.

Embora ainda não esteja completamente maduro e funcional, creio que é só uma questão de tempo para que  o Microsoft Copilot abra caminho para novas aplicações e possibilidades dentro do ecossistema de produtos da Microsoft.

Fonte: Sam Mobile

Sobre o Autor

Cearense. 34 anos. Apaixonado por tecnologia e cultura. Trabalho como redator tech desde 2011. Já passei pelos maiores sites do país, como TechTudo e TudoCelular. E hoje cubro este fantástico mundo da tecnologia aqui para o HARDWARE.
Leia mais
Redes Sociais:

Deixe seu comentário

X