Elon Musk: WhatsApp não é confiável

Elon Musk: WhatsApp não é confiável

Foad Dabiri, engenheiro de software do Twiter, compartilhou na rede social uma captura de tela mostrando o WhastsApp fazendo uso do microfone, em segundo plano, durante a madrugada, e desde o horário que ele acordou (às 6h), uma possível indicação sobre o monitoramento constante do app.

Em reposta a esse tweet, Elon Musk declarou que o WhatsApp não é confiável. Em comentário ao tweet a resposta de Musk, o investidor Gannon Breslin disse que é incrível a quantidade de pessoas que não sabem que o WhatsApp pertence à Meta/Facebook. Empresa que tem diversos casos associados com invasão de privacidade dos usuários.

 

Musk então respondeu que os fundadores do WhatsApp deixaram o Meta/Facebook enojados, iniciaram a campanha #deletefacebook e fizeram grandes contribuições para a construção do Signal. O que eles aprenderam sobre o Facebook e as mudanças no WhatsApp obviamente os perturbaram muito”.

 

Com a repercussão do relato de Dabiri, o WhatsApp entrou em contato com ele, diretamente pelo Twitter, alegando que foi um bug no Android que atribuiu incorretamente as informações em seu painel de privacidade.

“Os usuários têm controle total sobre as configurações do microfone. Uma vez concedida a permissão, o WhatsApp só acessa o microfone quando um usuário está fazendo uma chamada ou gravando uma nota de voz ou vídeo – e mesmo assim, essas comunicações são protegidas por criptografia de ponta a ponta para que o WhatsApp não possa ouvir eles”, finaliza o posicionamento da plataforma.

 

O incidente não se limita a Dabiri, já que muitos usuários do WhatsApp relataram ter visto o microfone ativado em segundo plano no último mês ou num período mais longo. O WhatsApp confirmou que já comunicou o Google sobre essa questão, já que, segundo a plataforma, trata-se de um bug no painel de privacidade do sistema, local do SO que permite gerenciar as permissões dos aplicativos instalados.

Inscreva-se no canal do Hardware.com.br

Sobre o Autor

Editor-chefe no Hardware.com.br, aficionado por tecnologias que realmente funcionam. Segue lá no Insta: @plazawilliam Elogios, críticas e sugestões de pauta: william@hardware.com.br
Leia mais
Redes Sociais:

Deixe seu comentário

X