Após ataque a creche, deputado Zé Trovão pede suspensão de jogos violentos no Brasil

Após ataque a creche, deputado Zé Trovão pede suspensão de jogos violentos no Brasil

Em meios aos desdobramentos e ações que serão aplicadas após os recentes a ataques a escolas, e até mesmo numa creche, o deputado Zé Trovão (PL-SC) solicitou ao governo Lula a suspensão, pelo prazo de 30 dias, da venda de jogos eletrônicos que, segundo o parlamentar, incitem ou estimulem comportamentos violentos.

O deputado defende a suspensão temporária como parte do processo de uma investigação sobre a relação entre jogos violentos e ações violentas no mundo real, como os casos relacionados aos ataques nas instituições de ensino.

O deputado formalizou ontem (10) o pedido ao Ministério da Justiça. No pedido, Zé Trovão, codinome de Marcos Antônio Pereira Gomes, citou o ataque à creche em Blumenau (SC), no dia 05 de maio, que resultou na morte de quatro crianças. “É importante que o Estado adote medidas para prevenir a violência em nossa sociedade e garantir a segurança das nossas crianças e adolescentes”, diz Zé Trovão.

Você também deve ler!

Governo solicita remoção de 400 contas no Twitter por incitação a ataques em escolas

O deputado alega que o autor teria utilizado um chat de jogos violentos para se comunicar com outras pessoas antes de cometer o ataque”. Na visão do deputado, isso “sugere que o indivíduo pode ter sido influenciado negativamente pelos conteúdos violentos presentes nesses jogos”.

Sobre o Autor

Editor-chefe no Hardware.com.br, aficionado por tecnologias que realmente funcionam. Segue lá no Insta: @plazawilliam Elogios, críticas e sugestões de pauta: william@hardware.com.br
Leia mais
Redes Sociais:

Deixe seu comentário

X