Apple patenteia tecnologia que permite transferências super rápidas entre dispositivos

Apple patenteia tecnologia que permite transferências super rápidas entre dispositivos

Uma patente de transferência óptica de dados foi concedida para a Apple na última terça-feira (14). Esta patente pode facilitar as comunicações super-rápidas entre dispositivos. Segundo o documento, a tecnologia pode oferecer velocidades de transferência na casa dos “terabits por segundo”!

A transferência óptica de dados não é nenhuma novidade no mundo da tecnologia  Ela pode ser usada tanto a nível de rede, usando cabos de fibra óptica, quanto em casa, por meio de conexões de fibra óptica em sistemas de alta fidelidade conhecidos como TOSLINK.

A vantagem das conexões ópticas sobre cabos de cobre neste contexto é que os cabos de fibra óptica não sofrem com interferências de rádio frequência ou problemas no sistema elétrico. Comunicações ópticas sem cabos também estão bem estabelecidas. No entanto, a transferência de dados ópticos sem cabos é muito sensível ao alinhamento. Ou seja, ambos os dispositivos precisam estar perfeitamente alinhados. E este é o problema que a patente da Apple busca resolver.

Patente de transferência de dados ópticos da Apple

A empresa explica o problema:

Um dispositivo eletrônico pode incluir um sistema de comunicação óptica para transmitir, receber ou trocar dados sem fio com outro dispositivo eletrônico. Em alguns casos, o sistema de comunicação óptica pode ser configurado para ser direcional a fim de aumentar as taxas de transferência de dados, para aumentar a privacidade dos dados ou para qualquer outro propósito adequado.

No entanto, um sistema de comunicação óptica direcional convencional é excepcionalmente dependente do alinhamento preciso dos dispositivos de comunicação. Como tal, os sistemas convencionais de comunicação óptica não podem ser incorporados em dispositivos eletrônicos portáteis que podem ser movidos ou reposicionados de tempos em tempos.

Em outras palavras, qualquer coisa com alinhamento inferior ao ideal pode reduzir drasticamente as velocidades de transferência.

O que a Apple inventou é uma lente móvel em cada extremidade, de modo que cada dispositivo pode alterar o alinhamento do sinal óptico, usando feedback do outro para atingir as velocidades de transferência mais altas possíveis. O documento também explica como esse método irá funcionar:

“O método serve para operar um sistema de comunicação óptica com um dispositivo de origem e um dispositivo de recebimento. O método inclui as operações de: alterar uma posição de uma lente móvel posicionada sobre um diodo de laser no dispositivo de origem de acordo com um padrão; monitorar a saída de energia de uma área fotossensível de um fotodiodo no dispositivo de recebimento para um máximo e, em resposta, enviar um sinal para o dispositivo de origem para parar de mudar a posição da lente do dispositivo de origem; alterar a posição de uma segunda lente móvel posicionada sobre o fotodiodo no dispositivo de recebimento; e monitorar a saída de energia de uma área fotossensível do fotodiodo para outro máximo e, em resposta, parar o movimento da segunda lente móvel.

Ou seja, traduzindo do idioma “patentês”, um dispositivo moveria sua lente até que o segundo dispositivo dissesse: “Pare, esta posição oferece as velocidades mais altas”. Então, o segundo dispositivo faria a mesma coisa, de modo que ambas as lentes fiquem perfeitamente alinhadas.

A Apple também diz que essa abordagem não só poderia ser mais rápida do que as comunicações de rádio, mas também mais segura, devido à proximidade e ao alinhamento cuidadoso que se faz necessário.

Um sistema de comunicação óptica direcional pode facilitar o aumento das taxas de transferência de dados (por exemplo, dezenas de gigabits por segundo a terabits por segundo), maior privacidade de transferência de dados e maior segurança de transferência de dados em relação aos protocolos convencionais de comunicação de dados dispositivo a dispositivo, como Wi-Fi, Near-Field Communications ou Bluetooth.

Apesar de muito legal e promissor, tenha em mente que se trata de uma patente. A Apple patenteia muitas coisas que nunca chegam aos usuários ou são implementadas em seus produtos. Mas vamos torcer para que esta patente não caia no esquecimento.

Fonte: Patently Apple

Sobre o Autor

Redes Sociais:

Deixe seu comentário

X