Windows 10 poderá ter suporte de hardware ao codec AV1

Windows 10 poderá ter suporte de hardware ao codec AV1

Em sua página para a comunidade de desenvolvedores, a Microsoft informou que a próxima geração de computadores com Windows 10 provavelmente vai oferecer suporte ao codec AV1 diretamente por hardware. Isso significa que você poderá assistir vídeos sem consumir tanta banda e também sem gastar tanta energia. Vamos explicar melhor.

O codec AV1 foi criado pela “Alliance for Open Media” (AOM) em 2018. Como o próprio nome já entrega, a AOM é uma parceria, ou aliança, entre diversas empresas, dentre elas Microsoft, Google, Amazon, Intel, Cisco, Netflix e Mozilla. Essa aliança foi firmada em 2015.

O objetivo da AOM é criar soluções de código aberto para a reprodução e transmissão de conteúdos em vídeo. Em outras palavras, são soluções livre de royalties e que funcione em diversos dispositivos e plataformas. E o codec AV1 é uma dessas soluções.

Dentre as vantagens do codec AV1 temos uma taxa de compressão 50% mais eficiente que o codec H.264, que é o mais usado hoje em dia na internet. E 20% melhor se comparado com o codec VP9, criado pelo Google. Isso significa que o vídeo poderá ter até metade do tamanho mas sem comprometer a qualidade.

E para completar, o codec AV1 poderá ser acelerado diretamente por hardware, no caso a GPU, não dependendo tanto de linhas de código para ser decodificado. Isso desafoga o processador que, por sua vez, vai trabalhar menos na hora de executar vídeos online. O resultado disso é um menor consumo de energia, o que é uma grande vantagem, especialmente em dispositivos móveis, como smartphones.

Com o consumo de vídeos crescendo cada vez mais na internet, iniciativas como essa são extremamente importantes para diminuir o consumo de banda. No momento, para tirar proveito das vantagens do codec AV1 é necessário cumprir alguns dos seguintes requisitos:

  • Ter um processador Intel Core de 11ª geração com gráficos Intel Iris Xe;
  • Ter uma placa de vídeo NVIDIA GeForce RTX 30 Series ou AMD Radeon RX 6000 Series (que foi anunciada recentemente);
  • Ter o Windows 10 versão 1909 ou superior instalado;
  • Ter a extensão de vídeo AV1 instalada;
  • Ter um navegador web ou aplicativo compatível com aceleração por hardware para o codec AV1.

Inicialmente, são as poucas as máquinas que atendem todos esses requisitos. Mas a tendência, como toda nova tecnologia, é que ela se popularize com o tempo. Se você quiser saber mais detalhes sobre o codec AV1, basta clicar neste link.

Fonte: Microsoft

Sobre o Autor

Cearense. 34 anos. Apaixonado por tecnologia e cultura. Trabalho como redator tech desde 2011. Já passei pelos maiores sites do país, como TechTudo e TudoCelular. E hoje cubro este fantástico mundo da tecnologia aqui para o HARDWARE.
Leia mais
Redes Sociais:

Deixe seu comentário

X