Apple anuncia carregador por R$ 219

Apple anuncia carregador por R$ 219

Na última terça-feira (13) a Apple surpreendeu todo mundo. E não foi apenas com o lançamento dos novos iPhones. Na ocasião, a Maçã informou que os seus novos celulares não serão vendidos com carregador e nem com os fones de ouvido EarPods. Se o usuário quiser carregar o seu iPhone 12 novinho em folha, terá que comprar um carregador separadamente no site da Apple.

A justificativa da empresa fundada por Steve Jobs foi até bem nobre. Eles disseram que dessa forma vão reduzir a emissão de carbono na atmosfera, diminuir a mineração de metais e melhorar a logística de transporte e envio dos produtos para todo o mundo.

Com essa mudança a caixa pode ser bem mais leve e menor. E, dessa maneira, a Apple conseguirá enviar até 70% mais iPhones em um único palete, economizando também combustível e viagens.

Tudo bem, tudo bem. A justificativa é até válida. Mas o que Tim Cook não contou é que com essa medida eles vão ganhar alguns trocados a mais. Você sabe por quanto a Apple vende apenas a fonte do carregador 20W USB-C (sem o cabo)? São US$ 19. E o cabo custa mais US$ 19. Totalizando US$ 38 que em conversão direta para o real dá R$ 212. Mas calma que piora.

Esses preços são nos Estados Unidos. No Brasil, apenas a fonte do carregador custa R$ 219. E o cabo USB-C para Lightning custa mais R$ 149. Somando tudo vai dar R$ 368. Ou seja, a pessoa compra um smartphone caríssimo e ainda precisa desembolsar quase R$ 400 a mais para conseguir simplesmente carregar o seu iPhone 12.

Tudo bem que se a pessoa já tem um iPhone ela pode aproveitar o carregador antigo. Mas e quem está comprando o seu primeiro iPhone? Acredito que uma saída mais justa seria, no ato da compra, a pessoa indicar se vai querer ou não o carregador. Se ela optasse por não ter um carregador novo, o valor do aparelho baixaria um pouco. Mas é claro que a Apple jamais faria isso.

E aí, o que você acha dessa decisão da Apple de remover o carregador e os fones dos novos modelos?

Sobre o Autor

Cearense. 34 anos. Apaixonado por tecnologia e cultura. Trabalho como redator tech desde 2011. Já passei pelos maiores sites do país, como TechTudo e TudoCelular. E hoje cubro este fantástico mundo da tecnologia aqui para o HARDWARE.
Leia mais
Redes Sociais:

Deixe seu comentário

X