Qual foi a primeira placa de vídeo lançada pela NVIDIA?

Qual foi a primeira placa de vídeo lançada pela NVIDIA?

A NVIDIA é uma das maiores fabricantes de placas de vídeo do mundo. A marca foi fundada em 1993 e desde então tem lançado diversos modelos de placas de vídeo para computadores. Atualmente, a empresa conta com GPUs poderosíssimas, como a GeForce RTX 4090, 4080 e 4070 Ti. Porém, você já se perguntou qual foi a primeira placa de vídeo lançada pela NVIDIA?

A primeira placa de vídeo da NVIDIA foi a NV1, anunciada em maio de 1995 mas lançada somente em novembro do mesmo ano. A NV1 foi uma placa de vídeo de performance fabricada pela SGS-Thomson Microelectronics e vendida pela Diamond como Diamond Edge 3D. A placa oferecia uma ampla gama de recursos, incluindo gráficos 2D/3D, som integrado, suporte a Sega Saturn e muito mais.

Leia também
9 acessórios bizarros da história dos videogames
Qual o primeiro videogame lançado no Brasil?

Nos próximos parágrafos iremos fazer um pequeno passeio no túnel do tempo e relembrar um pouco os primórdios das placas de vídeo.

NVIDIA NV1 – Especificações técnicas

NVIDIA NV1

A NV1 possuía um chip gráfico completo baseado em mapeamento de textura quadrático, memória VRAM ou FPM DRAM. A placa oferecia ainda um som integrado de 32 canais com 350 MIPS e um porta para joystick compatível com Sega Saturn.

Com essas especificações, a placa tinha como objetivo substituir a placa gráfica 2D, sistemas de áudio compatíveis com Sound Blaster e portas de joystick de 15 pinos, que eram comuns em computadores IBM PC. Em outras palavras, ela reunia diversos componentes em uma única placa de circuito integrado.

A NV1 vinha com 2 MB de memória EDO, conectada ao chip gráfico por meio de uma interface de memória de 64 bits. Caso você não saiba, a memória EDO é uma tecnologia antiga de memória RAM que foi projetada para aumentar a velocidade do computador, permitindo que ele processasse dados mais rapidamente.

A GPU da NV1 funcionava a uma frequência de 75 MHz, enquanto a memória funcionava a 60 MHz. Além disso, a placa não precisava de nenhum conector adicional de energia, pois seu consumo máximo era de apenas 2 W. Bons tempos… (só que não).

Desenvolvimento e história

A NV1 foi lançada em um momento de transição do mercado. As placas VLB/ISA, usadas nos computadores 486 da vida, começavam a ser substituídas por placas PCI, usadas em PCs Pentium e 486 de última geração.

Na época, muitos jogos utilizavam MIDI para a música, já que os PCs ainda não tinham capacidade para reprodução de áudio digital em larga escala devido às limitações de armazenamento e poder de processamento. Sendo assim, a placa introduziu a tecnologia General MIDI, que visava melhorar um pouco o áudio. Sem grande sucesso.

No entanto, a NV1 teve problemas com seu preço e qualidade geral. Embora oferecesse desempenho gráfico 3D aceitável, sua utilização de superfícies quadráticas não foi bem aceita pelo mercado, e o som integrado da placa recebeu avaliações medianas. Além disso, o fracasso do console Sega Saturn prejudicou ainda mais as vendas da NV1, já que a placa só tinha compatibilidade com este console.

Competição acirrada

A primeira placa de vídeo da NVIDIA era vendida como Diamond Edge 3D

A NV1 teve dificuldades para competir com as outras placas de vídeo do mercado, como S3 Graphics ViRGE, Matrox Mystique, ATI Rage e Rendition Vérité V1000. O fato de integrar todas as funções e componentes em uma única placa aumentou significativamente o custo de produção da NV1 em comparação com as outras placas de vídeo. O preço elevado, portanto, prejudicou suas vendas.

Mas a pá de cal veio mesmo por parte da Microsoft. As esperanças da NVIDIA de liderar o mercado foram interrompidas quando a Gigante de Redmond anunciou as especificações do DirectX, baseadas em renderização de polígonos triangulares.

A NV1 não era compatível com o DirectX, o que acabou com suas chances de sucesso no mercado. Mesmo assim, a NVIDIA conseguiu desenvolver um suporte limitado ao Direct3D. Mas ele era lento e instável, não sendo uma opção viável em comparação com as outras placas de vídeo que suportavam o DirectX nativamente.

Exemplo de gráfico renderizado pela NV1

A NV1 ficou marcada na história como o primeiro passo da NVIDIA no mundo das placas de vídeo. Mas não temos como afirmar que foi um sucesso comercial. No entanto, a empresa aprendeu com seus erros e passou a se concentrar em desenvolver placas de vídeo com desempenho gráfico superior.

A NV2, desenvolvida em parceria com a Sega para o Sega Dreamcast, foi um exemplo disso. Pena que acabou sendo cancelada. A NVIDIA seguiu em frente e lançou a RIVA 128, que se concentrava inteiramente no desempenho gráfico 2D e 3D e foi muito mais bem-sucedida.

Jogos suportados pela NV1

Abaixo você confere uma lista dos jogos com gráficos em 3D suportados pela NV1:

  • Battle Arena Toshinden;
  • Daytona USA;
  • Descent: Destination Saturn;
  • NASCAR Racing;
  • Panzer Dragoon;
  • Sonic X-treme (cancelado);
  • Twisted Metal;
  • Virtua Fighter Remix;
  • Virtua Cop.

Sobre o Autor

Cearense. 34 anos. Apaixonado por tecnologia e cultura. Trabalho como redator tech desde 2011. Já passei pelos maiores sites do país, como TechTudo e TudoCelular. E hoje cubro este fantástico mundo da tecnologia aqui para o HARDWARE.
Leia mais
Redes Sociais:

Deixe seu comentário

X