Definindo as quotas com o Webmin

Com tudo pronto, falta apenas definir as quotas. A forma mais prática é utilizar o Webmin, que oferece módulos para configurar os mais diversos servidores. Alguns são desnecessariamente complicados, mas outros (como no caso do Quota) são simples de usar e realmente facilitam o trabalho de configuração.

Procure pelo pacote “webmin” no gerenciador de pacotes da distribuição usada. Em algumas, o próprio pacote webmin instala os módulos disponíveis, enquanto que em outras (como no Debian), o Webmin é desmembrado em vários pacotes diferentes, permitindo que você instale apenas os módulos que for usar. Para instalar o Webmin e o módulo de configuração do Quota pelo apt-get, os comandos seriam:

# apt-get install webmin
# apt-get install webmin-quota

Depois de instalado, inicie o Webmin com o comando “/etc/init.d/webmin start“.

O Fedora não inclui o pacote do Webmin em seus repositórios, por isso você não pode instalá-lo usando o Yum. Ao invés disso, baixe o pacote .rpm no http://webmin.com (procure pelo link Download: RPM) e instale-o usando o “rpm -i”, como em:

# rpm -i webmin-1.270-1.noarch.rpm

Não se esqueça de iniciar o serviço, usando o comando “service webmin start”.

O Webmin não é um programa gráfico no sentido tradicional, mas sim uma interface de configuração que você acessa usando o navegador. Isso permite que ele seja usado remotamente ou mesmo usado em servidores sem o ambiente gráfico instalado.

Para acessá-lo, abra o navegador e acesse o endereço “https://127.0.0.1:10000“.

O navegador exibe um aviso sobre autenticidade do certificado. Isso é normal, pois o Webmin utiliza uma conexão criptografada (https) e o certificado de segurança é gerado durante a instalação. Este certificado “caseiro” não é reconhecido pelas entidades certificadoras (você não pagou nada por ele), por isso o aviso. De qualquer forma, a segurança é a mesma.

Na tela de login do Webmin, logue-se usando o login “root” e a senha de root da máquina. Se preferir, você pode trocar a senha de root do Webmin, de forma que as duas senhas sejam diferentes, na opção “Webmin > Webmin Users”.

Por padrão, o Webmin só pode ser acessado localmente. Para acessar a partir de outras máquinas da rede, inclua os endereços autorizados dentro da opção “Webmin > Webmin Configuration > IP Access Control”. Você pode também fazer com que a interface fique em português no “Webmin > Webmin Configuration > Language”.

Depois de logado, acesse a seção “System > Disk Quotas“. Comece clicando no “Enable Quotas”, isso faz com que ele realize uma varredura inicial, calculando o espaço ocupado por cada usuário, o que pode demorar alguns minutos em partições com muitos arquivos. Depois de tudo ativado, chegamos finalmente à tela inicial de configuração:

index_html_m3900b68b

Aqui você tem a opção de configurar quotas individuais para cada usuário (/home users) ou quotas para grupos de usuários (/home groups). Os valores são informados em blocos. O mais comum é cada bloco ter 1 KB, mas o tamanho pode variar de 512 a 4096 bytes, de acordo com o tamanho da partição e do sistema de arquivos usado. Do lado direito você tem a opção de limitar também o número de arquivos que o usuário pode criar, opção menos usada.

index_html_3ba56b8b

O espaço ocupado por cada usuário é recalculado periodicamente, mas você pode atualizar as informações a qualquer momento clicando no “Check Quotas”. Uma vez configurado, o Quota fica residente e é reativado automaticamente durante o boot, no momento em que a partição é montada. Não estranhe caso o sistema fique alguns minutos parado durante o “Checking quotas” a cada boot; isso é normal, pois é necessário refazer a busca de arquivos.

No caso do Fedora, o SSL não é habilitado por padrão. Por isso, você deve acessar usando http, como em: http://127.0.0.1:10000.

Não existem muitos problemas em acessar o Webmin sem encriptação localmente, mas se você pretende acessá-lo a partir de outros micros, crie um túnel usando o SSL (capítulo 8). Se preferir ativar o SSL no Webmin (de forma a poder acessar via https), você pode seguir as instruções do link: http://webmin.com/ssl.html.

Sobre o Autor

Redes Sociais:

Deixe seu comentário

X