Vero e considerações finais

A sigla “Vero” vem de “Verificação Ortográfica”, e embora tal nome seja aparentemente simples, trata-se de um grande projeto, que envolve diversos recursos extras para o BrOffice.org. A sua definição pode ser extraída de seu site oficial (http://broffice.org/verortografico):

Ao longo do tempo, o Vero vem se consolidando como mais um instrumento de preservação e disseminação do idioma português. Por ser uma ferramenta livre, aberta e colaborativa conquista a cada dia mais admiradores entre educadores, estudantes, profissionais, e demais usuários de Software Livre. A participação deles tem sido fundamental para o sucesso deste projeto. E o resultado deste trabalho é compartilhado com você.

Vale lembrar que o Vero já está em conformidade com as novas regras do Acordo Ortográfico.

Para instalar, faça o mesmo procedimento que fiz com o DicSin, mas com o seguinte arquivo:

http://www.broffice.org/files/Vero_pt_BR_V205AOC.oxt

O download também pode ser feito acessando a página:

http://broffice.org/verortografico/baixar

Antes da instalação, especialmente no Windows, caso exista alguma outra versão da extensão Vero instalada, incluindo a “Portuguese spelling dictionary (Brasil)”. Se caso estiver no Windows Vista e não conseguir remover, faça o seguinte (http://broffice.org/verortografico/dicas):

  1. Encerre o BrOffice (inclusive o inicializador rápido);
  2. Execute-o novamente como administrador: clique com o botão direito sobre o ícone do BrOffice e selecione a opção “Executar como administrador”;
  3. Abra o gerenciador de extensões. As opções, agora, estarão habilitadas para configuração/exclusão. Exclua o ‘Portuguese spelling dictionary (Brasil)’, se existir;
  4. Encerre o BrOffice (inclusive o inicializador rápido);
  5. Repita o item 2;
  6. Abra o gerenciador de extensões. Clique no botão ‘Adicionar’, selecione o arquivo do Vero com o novo acordo ortográfico;
  7. Reinicie o BrOffice em modo normal.

O Vero é aquele velho amigo de todas as horas, que risca com uma linha vermelha as palavras não identificadas, como as digitadas incorretamente ou com grafia incorreta, e sugere outras palavras cadastradas. Veja ele em ação:

6bf0ca63

O tal risco vermelho por baixo se chama “AutoVerificação“, e pode ser ativa através deste botãozinho no topo, as letras “ABC” sublinhadas em vermelho:

m576866a

Aquele outro botão ao lado, com um “acerto” em azul, é o clássico assistente de verificação ortográfica e gramatical, também acionado através do botão F7. Veja o Vero em ação através do assistente:

5d6e1ae0

De quebra, o Vero também funciona perfeitamente no Firefox, incluindo o 3.5, além do Thunderbird. Se você costuma digitar em páginas da Web, além de escrever e-mails usando este cliente, não terá mais problemas com erros ortográficos.

Aqui somente cito o procedimento de instalação do site oficial (http://broffice.org/verortografico/baixar):

Para o navegador Firefox:

  1. Baixe o arquivo em sua Área de trabalho.
  2. Abra seu navegador Firefox.
  3. Arraste e solte o arquivo que você baixou para dentro da janela do Firefox, ou comande Arquivo > Abrir arquivo, localize o arquivo do Vero e abra-o. Caso não o encontre no local esperado, verifique que o tipo de arquivo a procurar é todos os arquivos *.*.
  4. A janela dos complementos do Firefox abrirá para você confirmar a instalação.
  5. No término da instalação, reinicie o Firefox.

m594f6549

Para instalar o Vero em seu leitor de e-mails Thunderbird:

  1. Baixe o arquivo em sua Área de trabalho.
  2. Abra seu leitor de e-mails Thunderbird.
  3. Vá em em Ferramentas > Complementos, e clique em Instalar.
  4. Localize o arquivo do Vero, e clique em Abrir.
  5. Ao término da instalação, reinicie o Thunderbird.

O Vero funciona do mesmo modo (mas sem o assistente) no Firefox e Thunderbird, isso é muito útil. Veja um exemplo de erro de digitação no fórum GDH:

6f17ce

Voltando ao BrOffice.org, o novo Vero já embute o DivSilab, que é “uma ferramenta para executar a translineação – passagem de uma linha para a outra, ficando parte da palavra no final da linha e o restante no início da linha de baixo.” (http://broffice.org/verortografico).

Para ativar o recurso em determinado parágrafo tanto já escrito (neste caso selecione os desejados) quanto os que ainda serão, basta ir em Formatar > Parágrafo > Fluxo do Texto, e marque a opção Hifenização Automática:

m621d5b86

Ao final, vamos certificar que os dicionários e suas atividades estão realmente marcadas para funcionar. Mas antes vá em Ferramentas > Opções > Configurações de idioma > Idiomas, e certifique-se que o Português (Brasil) está ativo:

m6ce14208

E logo em seguida, aproveite de dê um pulo para baixo, em “Recursos de verificação ortográfica“, e marque todas as opções em “Módulos de idioma disponíveis“, e também em “Dicionários definidos pelo usuário“:

mef7f5fe

Não esqueça de deixar marcado “Verificar ortografia ao digitar“, e escolha na lista em quais momentos deseja que tal verificação aconteça. Também há nesta lista a “Hifenização sem confirmação” e “Hifenizar em regiões especiais“, caso queira ativar definitivamente o DivSilab.

Após a leitura deste tutorial, o amigo Roberto Bechtlufft me enviou uma boa dica geral sobre esta suíte, que eu incluo aqui:

“Eu costumo revisar textos no OpenOffice que estão cheios de tags. Isso confunde o OO, que fica apontando erro em tudo quanto é tag. Para remover as tags todas eu vou na caixa de procura e substituição (CTRL+F), marco a opção de uso das expressões regulares e mando substituir todas as ocorrências de:

<.[^>]*>

Por um espaço em branco. Funciona que é uma beleza, experimente.”

Bom, espero que com estas dicas, eu contribua para a perpetuação do correto português, e que isso seja útil a você, leitor, em cada momento de escrita de sua vida. Novamente digo, nunca se esqueça: a melhor maneira de se aprender a escrever é ler bons livros frequentemente.

Boa diversão!

Sobre o Autor

Redes Sociais:

Deixe seu comentário

X