Phenom II X4, X3 e X2

Assim como no caso do Phenom original, o Phenom II é um chip muito grande, o que leva a um número muito grande de chips com defeitos de fabricação. Para garantir um melhor aproveitamento, a AMD segmentou os modelos em 4 séries, com variações na
quantidade de cache e de núcleos ativos:

Phenom II X4 9xx (Deneb): Versão “completa”, com os 4 núcleos e 6 MB de cache L3.

Phenom II X4 8xx (Deneb): Versão de baixo custo, com 4 núcleos e apenas 4 MB de cache L3, obtida a partir dos chips com defeitos na área do cache. Esta é a versão produzida em menos quantidade, já que devido ao uso de células
redundantes (blocos de cache sobressalentes, que são usados para substituir endereços defeituosos), defeitos nos caches que comprometam a operação são muito menos comuns que defeitos nos núcleos.

Phenom II X3 7xx (Heka): Versão com 3 núcleos e 6 MB de cache L3, obtida a partir dos chips com defeitos em um dos núcleos, mas com todo o cache intacto.

Phenom II X2 5xx (Callisto): Versão com apenas dois núcleos, mas com os mesmos 6 MB de cache L3. Esta é a série de produção mais limitada, obtida a partir dos chips com defeitos em dois dos cores.

Assim como no caso do Phenom X3, não existe nenhuma diferença física entre os chips. Todos saem da mesma linha de produção e a desativação dos componentes é feita unicamente através da programação do firmware. A lista dos modelos inclui:

Phenom II X4 965 BE: 3.4 GHz, 4x 512 KB, 6 MB, 140 watts (AM3)
Phenom II X4 955 BE: 3.2 GHz, 4x 512 KB, 6 MB, 125 watts (AM3)
Phenom II X4 945: 3.0 GHz, 4x 512 KB, 6 MB, 95 ou 125 watts (AM3)
Phenom II X4 940 BE: 3.0 GHz, 4x 512 KB, 6 MB, 125 watts (soquete AM2+)
Phenom II X4 920: 2.8 GHz, 4x 512 KB, 6 MB, 125 watts (soquete AM2+)
Phenom II X4 910: 2.6 GHz, 4x 512 KB, 6 MB, 95 watts (AM3)
Phenom II X4 910E: 2.6 GHz, 4x 512 KB, 6 MB, 65 watts (baixo consumo, AM3)
Phenom II X4 905E: 2.5 GHz, 4x 512 KB, 6 MB, 65 watts (baixo consumo, AM3)
Phenom II X4 900E: 2.4 GHz, 4x 512 KB, 6 MB, 65 watts (baixo consumo, AM3)

Phenom II X4 810: 2.6 GHz, 4x 512 KB, 4 MB, 95 watts (AM3)
Phenom II X4 805
: 2.5 GHz, 4x 512 KB, 4 MB, 95 watts (AM3)

Phenom II X3 720: 2.8 GHz, 3x 512 KB, 6 MB, 95 watts (AM3)
Phenom II X3 710: 2.6 GHz, 3x 512 KB, 6 MB, 95 watts (AM3)
Phenom II X3 705E: 2.5 GHz, 3x 512 KB, 6 MB, 65 watts (baixo consumo, AM3)
Phenom II X3 700E: 2.4 GHz, 3x 512 KB, 6 MB, 65 watts (baixo consumo, AM3)

Phenom II X2 550: 3.1 GHz, 2x 512 KB, 6 MB, 80 watts (AM3)
Phenom II X2 545
: 3.0 GHz, 2x 512 KB, 6 MB, 80 watts (AM3)

O Phenom II é, de certa forma, a resposta da AMD para o Penryn: um processador de 45 nanômetros, com mais cache, consumo elétrico mais baixo e capaz de atingir frequências de operação mais elevadas.

O grande problema é que enquanto a AMD se apressava em concluir a transição para os 45 nanômetros, a Intel preparava a sua próxima arquitetura. Quando a AMD finalmente conseguiu colocar o Phenom II no mercado, a Intel reagiu
lançando o Core i7 e i5 (baseados no Nahalem), que a colocou novamente no topo das tabelas de desempenho.

Além de oferecerem mais poder bruto de processamento e uma arquitetura modernizada, os processadores baseados no Nahalem oferecem respostas para dois problemas antigos: a questão do consumo e o desempenho em aplicações
single-thread, com a combinação do Turbo Mode e a desativação dos núcleos ociosos.

Isso obrigou a AMD a repetir a mesma estratégia que adotou com o Phenom: baixar o preço dos processadores e se concentrar no mercado de baixo e médio custo, mantendo a guerra de preços.

Sobre o Autor

Redes Sociais:

Deixe seu comentário

X