GPS

O 6120c não tem GPS (o que é um dos motivos do preço acessível) mas, assim como no caso do E62, você pode usar um receptor externo, via Bluetooth. Uma vantagem importante em relação ao E62 é que o 6120c é capaz de rodar o Nokia Maps 2.x ou o novo 3.0 (http://maps.nokia.com), em vez de ficar limitado às versões antigas. Basta instalar o pacote e usar o Map Loader para transferir os mapas.

18fdd05b

O grande problema em usar o Nokia Maps é que como o 6120c não vem com nenhuma licença de demonstração, você precisa pagar a assinatura logo de cara caso queira usar os recursos de navegação (você pode fazer a compra usando o Map Loader, no PC, em vez de fornecer o número do cartão diretamente no Nokia Maps). A assinatura custa R$ 24.99 por 30 dias, ou R$ 189 por um ano, o que faz com que muita gente prefira utilizar as cópias ilícitas do Garmin Mobile XT disponíveis pela web.

373dfb7a 16a28078 716c06be

Além da navegação, o receptor GPS permite que você use o Location Tagger (http://www.nokia.com/betalabs/locationtagger) para fazer geotagging das fotos, use o Dados GPS para medir distâncias e assim por diante, sem falar de todos os novos aplicativos de rede social que permitem compartilhar a localização com os amigos.

Os receptores GPS são um exemplo de periférico que caiu consideravelmente de preços nos últimos anos. Pesquisando em lojas do exterior, você pode encontrar diversos modelos abaixo da faixa dos US$ 60 (possivelmente ainda menos quando estiver lendo este texto), que podem ser usados em conjunto com praticamente qualquer smartphone com bluetooth. Ao comprar, dê preferência a receptores baseados no chipset SiRF III, no MTK MT3318 ou outro chipset com boas referências.

Para os testes em conjunto com o 6120c, eu optei por um Holux M-1000B. Ele é um receptor de 32 canais baseado no chipset MTK MT3318, que oferece como grande vantagem o preço. Ele custou apenas US$ 57 na dealextreme. Outra opção de modelo de baixo custo seria o M-1000 (que é o modelo anterior) pode ser encontrado por até US$ 46 no Ebay:

42e38307

Por custar mais de US$ 50 (e o valor ter sido declarado corretamente), a compra poderia ter sido tarifada com a famosa taxa de importação de 60% + ICMS, mas pelo visto os fiscais da alfândega estavam de bom humor e simplesmente liberaram o pacote sem conferência. Ele demorou 9 dias para chegar ao Brasil e mais 5 até ser finalmente entregue. De qualquer forma, mesmo que tivesse que pagar todas as taxas, ainda valeria a pena, pois mesmo com os impostos ainda custaria menos de R$ 200 na cotação do dólar na época.

Uma curiosidade é que o M-1000B usa uma bateria BL-5C, que é exatamente do mesmo tamanho que a bateria BL-5B usada pelo 6120c, porém 7 mm mais longa. Se você tiver comprado uma bateria sobressalente para o smartphone, pode usar o usar o M-1000B para carregá-la (usando um cabo mini-USB, ou o carregador veicular que acompanha), basta usar um calço qualquer. Como as baterias da Nokia (e imitações) são extremamente comuns, muitos receptores Bluetooth e outros tipos de aparelhos as utilizam, criando coincidências similares.

Sobre o Autor

Redes Sociais:

Deixe seu comentário

X