Carregando os vídeos

Para começar, vamos abrir o Kino. No KDE, ele geralmente pode ser encontrado no menu “Multimídia”. Use o botão “Insert file after current scene” (inserir arquivo após a cena atual) como mostra a figura 1 para adicionar os vídeos que você vai usar. O Kino vai ler o arquivo mpeg e se oferecer para convertê-lo para o formato DV. Aceite, e carregue o arquivo convertido.

fig01-loading_videos_ann

Figura 1: carregue os vídeos usando a ferramenta “Add scene” (adicionar cena)

Não queremos usar os vídeos inteiros, então vamos escolher as partes que vamos querer na guia “Trim” (cortar). Separei trechos que têm entre 10 e 20 segundos. Você também pode usar a ferramenta “split scene” (separar cena), para em seguida excluir as partes indesejáveis.

Esteticamente falando, tentei escolher cada ponto de transição pensando no vídeo que ia entrar depois. Por isso, tentei cortar de uma cena escura para outra cena escura, e de uma cena clara para outra cena clara. Também tentei combinar o sentido da ação (se os personagens estivessem se movimentando da esquerda para a direita no fim do primeiro vídeo, seria bom que também estivessem se movendo nesse sentido no começo do segundo vídeo). Isso não é essencial, mas suaviza as transições.

fig02-trimming_video

Figura 2: corte cada vídeo para que eles fiquem com a duração que você deseja

Observe que para obter o “timing” exato você vai preferir usar o seletor de modo (dê uma olhada na parte inferior esquerda do vídeo, o controle está ali) para selecionar “Frames” (quadros) ou “SMPTE”. Qualquer um dos dois vai proporcionar precisão de quadros. Para vídeo em NTSC, são 30 quadros por segundo; para vídeo em PAL, 25.

Ao selecionar o primeiro quadro, tenha em mente que vamos perder um segundo do início do vídeo. Portanto, o ponto de corte tem que estar um segundo antes de onde você quer que o loop comece (sei que isso parece estranho, mas daqui a pouco vai fazer sentido).

Sobre o Autor

Redes Sociais:

Deixe seu comentário

X