Inicialização e Particionamento

O primeiro passo para qualquer instalação via CD ou DVD é configurar a BIOS para inicializar a partir do drive de CD ou DVD. Feito isso você pode “bootar” o sistema Mandriva 2008 na sua máquina ligando ou reinicializando seu computador com o DVD (estou usando o DVD do Mandriva Free 2008) dentro do drive.

A tela inicial de instalação do Mandriva é esta abaixo:

index_html_7a119e6

Depois de carregada você tem algumas opções de boot, como apertando a tecla F2 e escolhendo o idioma do instalador. Para nosso exemplo escolhi o português brasileiro, mas você tem 36 opções, dentre elas o Português de Portugal e outros idiomas como:

index_html_m48abb6fd

As outras opções também úteis devem ser usadas caso haja algum problema no boot do DVD/CD.

A opção F1 (help) traz uma ajuda em inglês caso se queira instalar o sistema via rede, NFS ou FTP, identificando máscara de rede, broadcast e gateway para conexão.

index_html_2ccf25ed

A opção F3 te leva a outas opções.

index_html_m4489dfac

A opção F4 se a instalação vai ser feita através do DVD ou de outros, a F5 qual o driver e a F6 quais as opções de boot a serem usadas. Este item é muito melhor explicado aqui neste link aqui https://www.hardware.com.br/guias/kurumin-boot-instalacao/ em “Opções para solucionar problemas” (quase no fim da página), por Carlos E. Morimoto.

Reforçando que estas opções devem ser usadas apenas caso haja algum problema na instalação ou a instalação vai ser feitas de algum modo não convencional.

Bem continuando a instalação, teclando ENTER, o instalador é carregado na memória do computador checado e novamente é perguntado o idioma, agora a ser instalado.

index_html_5fc34d0d

Para variar, vamos escolher o Português e o teclado ABNT2 como padrão. Se seu teclado for outro, fique à vontade para selecioná-lo agora.

Depois da escolha do idioma e teclado a serem instalados temos um contrato de uso com a do sistema com a Mandriva. Se não aceitar o sistema não é instalado é claro, mas este aceite pois é de uma licença gratuita de uso.

index_html_2e87805f

Particionamento do HD

Para se instalar um sistema Linux qualquer é necessário preparar seu HD para recebê-lo. Para uma instalação comum, você deve particionar / redimensionar seu HD (se já tiver outro sistema instalado como Windows), em 3 partições para seu novo Linux. Você redimensiona seu espaço livre do HD para isto.

No caso de seu Windows estiver formatado com partições FAT 32, você deve se utilizar das ferramentas Defrag e Scandisk do Windows, para concentrar os arquivos no começo do disco, e/ou fazer backup do que é importante. Veja em “Meu Computador” clicando com o botão direito em Propriedades no Windows o espaço disponível que você tem no seu Windows para imaginar o quanto vai deixar para seu sistema Linux.

Sugiro o particionamento do HD ser feito através do Gparted, aplicativo incluso no CD do Kurumin, que é um particionador bem gráfico e simples de se manipular que pode ver visto por este link em https://www.hardware.com.br/guias/kurumin-boot-instalacao/

De qualquer forma, o particionador do Mandriva também é muito bom e te permite criar e redimensionar partições, bem como identificá-las como primárias ou estendidas.

Se optar pelo particionamento no Mandriva, escolha a opção manual, pois se deixar o particionamento automático ou usar o espaço livre ele pode particionar seu HD de uma forma com a qual você não o queira.

Imaginando que você “ainda” usa Windows em seu computador, o particionador do Mandriva aparece assim. Por padrão o seu Windows assume um ponto de montagem chamado /mnt/windows, mas você pode renomeá-lo para o nome que quiser.

index_html_67279529

Você clica em cima da área colorida onde representa a partição a ser redimensionada para você instalar seu Linux. Clique em REDIMENSIONAR.

Escolha um novo tamanho para seu Windows, no exemplo, 4097 MB e clique em OK.

index_html_7e2819f0

Volte ao particionador e você verá uma área branca (vazia) na qual você criará suas partições Linux.

index_html_m3df1eebc

Você deve criar uma partição para ser a raiz do seu sistema, representada por este símbolo no ponto de montagem, /. Escolha de 4 a 5 Gibagytes para a instalação desta raiz, pois nela estarão todos os diretórios do seu sistemas. (de 4098 a 5120 MB).

index_html_m4d3a8abd

Feito isso, você deve escolher o ponto de montagem, no caso (/) e o sistema de arquivos linux (reiserfs, ext3 ou , que pode ser Ext3 ou ReiserFS. Para ler mais sobre os tipos de partição veja https://www.hardware.com.br/dicas/ext3-reiserfs-qual-mais-seguro.html)

index_html_3c6ff85c

Escolhi para o sistema o Ext3 em 4303 MB. (Poderia ser Reiserfs ou outro, menos FAT ou NTFS que são sistemas de arquivo Windows).

Depois podemos criar uma partição de área de troca chamada Swap. Esta partição visa compartilhar a memória RAM e esta partição deve ter uma quantidade de MB suficiente para isto. Alguns dizem que o ideal é completar em MB o que falta para 1 GB de sua RAM. Como espaço não falta, selecionei, aproximadamente 1 GB para esta partição. Leia mais em https://www.hardware.com.br/tutoriais/kurumin/requisitos-minimos.html

A partição pode ficar no meio ou até mesmo no final do HD. Colocar no final do HD otimiza seu uso.

index_html_m347a3a32

Agora nos resta formatar uma partição na qual estarão os arquivos de todos usuários do computador chamada /home . O interessante em formatar uma partição separada para isto é que a qualquer sistema novo instalada na raiz, os arquivos do sua /home ficam preservados. Imagine quanto cada usuário vai usar em MB e ajuste o tamanho para isto ou simplesmente use todo espaço disponível.

index_html_m63757d71

Por fim o particionamento fica assim.

Detalhe: se você quiser instalar mais que 2 sistemas operacionais ou precisar mais que 4 partições em seu HD, você deve usar o “mudar para modo expert” do particionador do Mandriva para criar partições estendidas. Leia mais em https://www.hardware.com.br/guias/kurumin-boot-instalacao/

No modo expert você pode criar até 255 partições lógicas dentro de 1 estendida com neste exemplo aqui:

index_html_m49c2a855

Bem, terminado o particionamento é só dar continuidade ao processo de instalação.

Obs.: se for instalar um servidor em seu HD, deixe uma partição separada para /var (que é onde normalmente ficam suas páginas web).

Você pode também deixar separada uma partição /boot que normalmente não passa de 4 ou 5 MB.

Clicando em Pronto, praticamente não há mais volta e a nova tabela de partições será gravada no HD.

O bom deste particionador é que ele sempre preserva a partição /home, como neste exemplo, mas sempre é bom identificar qual a partição /home e onde ela está em ponto de montagem.

Ele te informa quais partições serão formatadas e te informa também que sua partição /home ainda não é predefinida para formatação.

A próxima pergunta é “Seleção do Grupo de Pacotes”, no qual você escolhe a interface padrão do sistema, se KDE ou Gnome.

index_html_17dfa8c2

A interface escolhida neste tutorial é a do KDE como Padrão, mas nada impede de instalarmos o Gnome ou outras interfaces e pacotes posteriormente como explicados no artigo do Júlio César B. Monqueiro em https://www.hardware.com.br/artigos/repositorios-mandriva-free-2007/ .

index_html_m645d4202

Com a opção de “Instalação Personalizada”, onde como diz o nome você pode personalizar as interfaces gráficas (KDE, Gnome ou outras) e os pacotes a serem instalados por Grupos de Pacotes.

Bem depois de escolhida a interface padrão ou personalizar sua instalação, clique em PRÓXIMO o processo cópia dos arquivos para sua raiz do sistema leva cerca de 30 minutos, dependendo da velocidade do processador e memória.

index_html_m226c9d37

Não leve muito a sério o tempo de espera da instalação, pois normalmente ele é muito menor que o esperado. Se você clicar em detalhes, poderá ver quais pacotes estão sendo instalados no momento.

Ao término da cópia do sistema para o HD, abre-se uma janela na qual você pode definir a senha do superusuário (root) e um nome e senha do 1 usuário cadastrado na máquina, porque sempre recomenda-se utilizar o sistema a partir de um usuário comum e não diretamente do usuário (root).

index_html_m3fab2938

Depois disto pede-se uma configuração e teste da resolução de tela e teste da configuração do mesmo.

Finalmente você tem um resumo da instalação, e se houver algum item a mais para se configurar ele estará em vermelho.

index_html_4ca7e5af

Um detalhe importante também neste Resumo é o item “Inicialização – grub” onde você pode especificar se o gerenciador de boot do Mandriva sobreporá o gerenciador de boot da máquina (MBR) ou se você prefere continuar usando um outro gerenciador de boot linux já existente em sua máquina.

Se deixar como está, isto é, o gerenciador de boot do Mandriva assumindo a MBR da máquina, ele vai identificar sozinho o sistema Mandriva chamado de linux, um modo de segurança um teste de memória chamado memtest, e se houver alguma instalação Windows também.

Depois disto ele sugere uma atualização de pacotes junto aos servidores da Mandriva, que não são necessários agora.

Finalmente você reinicia seu computador com o novo sistema já instalado !

Sobre o Autor

Redes Sociais:

Deixe seu comentário

X