Segunda parte

Desativando a execução automática para mídias diversas

Quem já não passou por isso: muitas vezes não sai mais rápido você colocar um CD, abrir o “Meu computador” e clicar duas vezes na unidade de CD, em vez de colocar o CD e esperar o Windows “o reconhecer”? Pois bem, muita gente odeia a execução automática de mídias no Windows. Seja lá qual for o seu motivo, no Vista é mais fácil desativá-la. No painel de controle, categoria “Hardware e som”, clique no link “Reproduzir CDs ou outra mídia automaticamente” (corresponde ao item “Reprodução automática”, no painel de controle clássico). Você pode desmarcar a caixinha “Usar reprodução automática em todas as mídias e dispositivos”, para desativar de uma só vez:

index_html_m58a35d26

Se preferir, pode deixá-la marcada, e configurar algo diferente para cada tipo de arquivo (e não por tipo de mídia). Algumas pessoas, no entanto, reportam problemas com essa configuração, dizendo que algumas vezes a execução automática ainda ocorre. Se você quiser, pode desativar a reprodução automática usando então as diretivas de grupo (o gpedit.msc).

Digite “gpedit.msc” no campo de busca do menu Iniciar (ou no Executar), e navegue pelos itens à esquerda seguindo este caminho:

Diretiva computador local > Configuração do computador > Modelos administrativos > Componentes do Windows > Diretivas de reprodução automática.

index_html_46134a7a

No lado direito, dê um duplo clique no item “Desativar a reprodução automática”, marque o item “Ativado” na tela que aparece, e dê OK. Antes de dar OK, você pode optar por escolher na lista suspensa se você quer desativá-la para todas as unidades, ou apenas para CDs/DVDs e mídias removíveis:

index_html_m6c2daff6

Dica: em vez de fazer pela seção “Configuração do computador”, você pode seguir os mesmos passos apenas no item “Configuração do usuário”, para aplicar esta configuração para o usuário logado apenas. Os itens sob a categoria “Configuração do computador” fazem alterações válidas no sistema todo, para todas as contas de usuários.

Nota: assim como não existe no Windows XP Home Edition, o gpedit.msc também não está presente nas edições domésticas e mais baratas do Vista, o que inclui o Starter, Home Basic e Home Premium.

Desativando a tecla do logotipo do Windows

A tecla do logotipo do Windows serve para abrir o menu Iniciar, além de ter vários atalhos baseados nela, tais como:

Win + D = Mostrar área de trabalho

Win + M = Minimizar tudo

Shift + Win + M = Desminimizar tudo

Win + Pause Break = Propriedades do sistema

Win + E = Abrir o Windows Explorer

Win + L = Bloquear computador, ou alternar usuário

Win + F = Pesquisar arquivos e pastas

Mas ela tem seus inconvenientes, especialmente quando você está rodando um jogo ou aplicação em tela inteira. Dependendo do jogo, ao esbarrar nela, o programa é minimizado (quase sempre é pausado) e algumas vezes até “trava”. Isso é terrível em aplicações emuladas, jogos rodando sob emuladores ou aplicações do MS-DOS rodando no prompt.

Para desativá-la, deve-se alterar um valor no registro. Abra o regedit, e vá até a seção:

HKEY_LOCAL_MACHINE > SYSTEM > CurrentControlSet > Control > Keyboard Layout

No painel direito, clique com o botão direito do mouse num lugar vazio e escolha “Novo > Valor binário”. Nomeie-o como “Scancode Map” (se já existir, é claro, altere o valor dele sem tentar criar um novo). Dê um duplo clique, para alterar o valor, e digite exatamente:

00 00 00 00 00 00 00 00 03 00 00 00 00 00 5B E0 00 00 5C E0 00 00 00 00

Vai ficar assim:

index_html_m50d40277

Não inclua na contagem os quatro zeros que ele deixa no começo, e não dê espaços – ele agrupa de dois em dois caracteres automaticamente. É necessário reiniciar o sistema para que a alteração entre em vigor. Para ativar a tecla do logotipo do Windows novamente, remova esse valor e reinicie. Essa dica vale também para o Windows XP 🙂

Ativar ou desativar o UAC

O UAC, User Account Control, fica solicitando permissões ao realizar tarefas administrativas, e vem ativo por padrão. Muita gente não gosta ou se irrita com tais mensagens, especialmente quem volta e meia instala programas ou fuça nas configurações. Para desativar, chame esse comando, como administrador:

cmd.exe /k %windir%System32reg.exe ADD HKLMSOFTWAREMicrosoftWindowsCurrentVersionPoliciesSystem /v EnableLUA /t REG_DWORD /d 0 /f

Para rodá-lo como administrador, faça isso: digite cmd no campo de busca do menu Iniciar, e ao aparecer o cmd.exe, clique nele com o botão direito e escolha “Executar como administrador”.

Se quiser ativar o UAC novamente:

cmd.exe /k %windir%System32reg.exe ADD HKLMSOFTWAREMicrosoftWindowsCurrentVersionPoliciesSystem /v EnableLUA /t REG_DWORD /d 1 /f

Repare que a única coisa que muda é o final, onde para desativar usa-se um 0, e para ativar, o número 1. Você também pode, se preferir, alterar o valor “EnableLUA” usando o regedit, no caminho:

HKEY_LOCAL_MACHINE > SOFTWARE > Microsoft > Windows > CurrentVersion > Policies > System

O comando usa o reg.exe, um programa de edição do registro do Windows via linha de comando, e o mesmo é usado pelo msconfig, ao solicitar a desativação ou ativação do UAC por ele. Independente da forma que você usar para ativar ou desativar, é necessário reiniciar o computador.

Particularmente não recomendo desativar o UAC. Ele evita que software mal intencionado obtenha acesso como administrador na máquina, mesmo ao usar o Windows logado como administrador. Leia mais sobre o UAC nesse outro texto meu:

Aproveitando o tema, uma dica: quando você quiser rodar um programa com direitos administrativos no Vista, clique nele com o direito e escolha “Executar como administrador”. Caso contrário, se o UAC estiver ativo, ele será rodado com privilégios limitados, mesmo sob o perfil de um administrador. Um bom exemplo é o uso do comando ipconfig, para reconfiguração da rede, onde costuma-se dar ipconfig /release (liberar os Ips e a placa de rede) e ipconfig /renew (reativar a conexão). Se você abrir o prompt simplesmente (sem executar como administrador) e dar esses comandos, receberá uma mensagem de acesso negado.

Arquivos e pastas sem nomes no Windows Explorer?

Algumas pessoas passam por uma desastrosa experiência, quando “do nada” o Explorer do Windows Vista fica sem listar os nomes dos arquivos e pastas, mostrando apenas os ícones:

index_html_m5da975c1

Essa situação bobinha (e terrível!) pode ser facilmente corrigida. Sabe-se lá por que (ou devido algum programa, ou bug, ou se o usuário clicar sem querer) ele pode ativar sem o usuário perceber uma opção que oculta os nomes dos arquivos, voltada às pastas de imagens. Para fazer exibir os nomes novamente, basta clicar no menu “Exibir” e desmarcar o item “Ocultar nomes de arquivos”:

index_html_17056858

Para exibir os menus, basta teclar Alt, afinal eles ficam ocultos no Windows Vista. No entanto, esse item de menu só aparece em algumas pastas: as configuradas para imagens e vídeos. Se não aparecer na pasta com o problema, clique num local vazio dela com o botão direito e vá em “Propriedades”. Na aba “Personalizado”, selecione “Imagens e vídeos” como tipo de conteúdo:

index_html_m75be69d1

Isso deve resolver 🙂

E claro, se por qualquer motivo você quiser ocultar os nomes dos arquivos, já sabe como fazer.

Reinciando o Explorer

Várias alterações que você faz no registro exigem logoff para que entrem em funcionamento. Sabia que para muitas delas basta na verdade reiniciar o Explorer, o “ambiente gráfico” do Windows? Afinal boa parte são configurações do Explorer, carregadas somente na inicialização dele.

Um meio de fazer isso é matar o explorer.exe, pela aba “Processos” do gerenciador de tarefas. Mas há uma outra forma “oculta” também. Abra o menu Iniciar. Segurando CTRL + SHIFT, clique com o botão direito numa parte vazia do painel direito do Iniciar. Vai ter uma opção “Sair do Explorer”, que fecha o Explorer para você:

index_html_m556bed16

Depois você pode reabrir o explorer.exe clicando em “Arquivo > Nova tarefa”, no gerenciador de tarefas. Falando nisso, o gerenciador de tarefas pode ser aberto diretamente com CTRL + SHIFT + ESC. Teclar o CTRL + ALT + DEL abre uma tela intermediária, que pode consumir mais do seu tempo até chegar ao gerenciador.

Bom, por hoje é só. Existem muitas outras dicas e tweaks possíveis, é claro. Uma recomendação antes de aplicar qualquer coisa é ler, e ver se é do seu interesse ou agrado. Há também programas que permitem alterar uma série de configurações ocultas, como o Tweak UI (da Microsoft, para Windows XP) ou o Tweak VI, para Windows Vista. Mesmo nesses programas, é comum as pessoas se perderem nas opções. Faça com cuidado 🙂

Sobre o Autor

Redes Sociais:

Deixe seu comentário

X