Atalhos e edição de páginas

Mesmo correndo o risco de tentar “ensinar o padre a rezar”, aqui vai uma pequena lista de atalhos para o Firefox, que podem melhorar bastante sua produtividade:

Ctrl+T: Abre uma nova aba, com o cursor já focalizado na barra de endereços. Essa é a maneira mais rápida de abrir uma nova página, já que você pode pressionar o “Ctrl+T” para abrir a nova aba e em seguida já começar a digitar o endereço (deixando que a Awesome Bar complete a URL automaticamente depois dos primeiros caracteres), tudo sem precisar usar o mouse.

Ctrl+L: Focaliza na barra de endereços, permitindo que você digite um novo endereço sem precisar primeiro dar um duplo clique com o mouse e apagar o anterior.

Ctrl+Z: Preenche a barra de endereços com a URL da aba anterior. Ele pode ser usado em conjunto com o “Ctrl+T” para duplicar uma aba rapidamente: basta pressionar “Ctrl+T”, “Ctrl+Z” e depois Enter.

Fonte: O “Ctrl++” ou “Ctrl+-” permitem ajustar o tamanho das fontes da página, evitando que você precise usar as funções escondidas no menu. Você pode tanto pressionar a tecla Ctrl e usar as teclas “+” e “-” do teclado numérico, quanto pressionar “Ctrl+Shift” e usar a tecla “+/=”.

Por default, o Firefox 3 memoriza o tamanho de fonte definido para cada página e continua exibindo as fontes no mesmo tamanho quando você as acessa normalmente. Nos casos em que isso se torna um problema, pressione “Ctrl+0” para restaurar o tamanho original.

Se preferir desativar a memorização do nível de zoom para cada site, acesse o “about:config” e altere a opção “browser.zoom.siteSpecific” para “false”.

Busca: Você pode abrir o campo de busca de duas maneiras. A mais conhecida é pressionar “Ctrl+F”, o que abre a busca já com o campo de texto focalizado, permitindo que você digite o termo desejado e inicie a busca pressionando Enter. A segunda opção (mais prática até) é simplesmente pressionar a tecla “/”, escrever o termo a pesquisar (como em “/gdh”) e pressionar Enter. Este é o mesmo atalho usado para fazer buscas dentro dos manuais do comando man.

Navegação: Em vez de usar os botões, você pode voltar à página anterior pressionando “Alt+seta esquerda” e avançar pressionando “Alt+seta direita”. Para voltar à página inicial, use o “Alt+Home”.

Concluindo, se você está em busca de um editor de páginas WYSIWYG, que ofereça suporte a CSS, formulários e outros recursos modernos de forma visual, uma das melhores opções é o KompoZer (http://kompozer.net) que apesar de ser um software relativamente recente, já está disponível nos repositórios da maioria das distribuições:

html_m7fea4084

Nos casos onde ele não está disponível, você pode baixar o arquivo compilado estaticamente (o arquivo (.tar.gz), que você pode simplesmente descompactar o arquivo em um diretório qualquer e executar o “kompozer” dentro da pasta

O KompoZer é um fork atualizado do NVU, o editor de páginas que surgiu como uma continuação do antigo Composer (o editor HTML que fazia parte da suíte Mozilla). O NVU era um projeto patrocinado pela Linspire (que ficou famosa ao apresentar o “Lindows” e entrar em uma disputa com a Microsoft em torno do nome), mas ele acabou sendo abandonado em 2008, quando a Linspire foi adquirida pela Xandros. O KompoZer surgiu então como uma continuação do projeto, adotado por outra equipe.

Sobre o Autor

Redes Sociais:

Deixe seu comentário

X