ORALUX e Conclusão

Oralux é uma distribuição voltada exclusivamente para deficientes visuais, baseada no Knoppix, e possui uma interface em modo texto com vários servidores de fala ativados, entre eles o Emacspeak, o Yasr e o Speakup, além do suporte ao português do Brasil através do MBROLA, que em modo texto funciona com essas interfaces. O ponto fraco dele, dito pelo depoimento no início deste tutorial, é ser somente em modo texto, desprezando vários programas de excelente qualidade em modo gráfico.

Pode ser lido mais sobre essa distribuição em http://oralux.org

Conlusão

Depois de toda essa análise, chegamos à conlusão que o suporte do Linux para deficientes visuais é um pouco limitado, principalmente para quem não possui uma língua muito falada. É possível termos o nosso idioma falado somente em modo texto, e no gráfico, apenas um acesso mais limitado pelo KDE. Esse ambiente está no caminho certo, faltando apenas um leitor de telas eficiente, que é plano para a próxima versão. O Gnome dá um passo à frente neste aspecto, com programas de boa qualidade de fala, porém, com a falta do português.

Já que o lema do código aberto é ser acessível à todos, temos que ter suporte à todos não importa se a pessoa vê ou não. Precisamos de programas mais eficazes na leitura dos conteúdos, além de suporte a muito mais idiomas, afinal se resume em 5 ou 6 línguas a atual versão do Festival. Se é para todos, mãos à obra!

Sobre o Autor

Redes Sociais:

Deixe seu comentário

X