Vídeo

Assim como no caso do iPhone, grande parte da utilidade de um aparelho baseado no Android não está no sistema propriamente dito, mas sim no grande volume de aplicativos disponíveis para ele. Vamos então a uma lista rápida de aplicativos úteis, que podem ser instalados através do Android Market:

RockPlayer

Enquanto ninguém aparece com uma versão portada do Mplayer ou do VLC para o Android, a melhor opção de player de vídeo com suporte a múltiplos formatos é o RockPlayer, um adware que pode ser usado gratuitamente com a exibição de anúncios, ou comprado por US$ 9,99. Ele é um player bastante competente, oferecendo suporte a quase todos os formatos de vídeo (MPEG 4, MKV, Divx, FLV, etc.) e formatos de containers e a capacidade de fazer downscaling de vídeos com uma resolução maior que a da tela (de acordo com o poder de processamento do aparelho). Se você espera conseguir assistir vídeos copiados diretamente do desktop, ele é por enquanto a melhor opção:

Vídeo rodando no RockPlayer

O RockPlayer oferece duas opções de decodificação: O “System Mode” e o “Software Mode“. O System Mode realiza a decodificação dos vídeos via hardware e além de ser mais rápido, consome menos bateria. O grande problema é que ele fica restrito aos formatos suportados pelo SoC usado, não indo muito além dos formatos suportados por players “de primeira geração” como o Video Player.

O “Software Mode” é o grande diferencial, uma engine de decodificação baseada no ffmpeg que é capaz de decodificar praticamente qualquer coisa que tentar abrir. Graças ao poder de fogo dos processadores, os aparelhos da geração atual são bastante competentes em exibir vídeos mesmo usando a decodificação via hardware. Dependendo do codec usado, aparelhos “de penúltima geração” como o Motorola Milestone, podem engasgar em vídeos 480p, mas isso pode ser resolvido com um pequeno overclock do processador.

Em versões antigas o System Mode é ativado nas configurações, enquanto nas atuais a escolha é feita ao clicar sobre cada arquivo. Com exceção do RockPlayer, a solução é recodificar todos vídeos antes de transferí-los para o aparelho, assim como faríamos ao preparar vídeos para um iPod, criando um vídeo com container mp4, com codificação x264 e áudio aac, uma opção facilmente encontrada em diversos aplicativos de conversão. No Windows, você pode utilizar também o Android Converter, que oferece opções diretas para os formatos suportados: http://www.android-converter.com/en/.

Sobre o Autor

Redes Sociais:

Deixe seu comentário

X