Elon Musk critica parceria Apple-Open AI e ameaça banir iPhone de suas empresas

Elon Musk critica parceria Apple-Open AI e ameaça banir iPhone de suas empresas

Batizado de Apple Intelligence, o conjunto de novos recursos de inteligência artificial que serão utilizados para elevar as capacidades de software dos sistemas da gigante de maça, anunciado ontem (11), durante a WWDC 2024, é fruto de uma parceria da companhia com a OpenAI, responsável pelo ChatGPT. Essa aliança incomodou o magnata Elon Musk, que se manifestou em sua conta no X.

“A Apple não tem noção do que realmente vai acontecer assim que entregar teus dados à OpenAI. Estão te traindo”, disse Musk

Elon Musk ameaça banir dispositivos Apple de suas empresas

Além de manifestar sua posição contrária a essa aliança, destacando o quão danoso isso pode ser do ponto de vista da privacidade, Musk disse que se “a Apple integrar os recursos da OpenAi no sistema operacional, dispositivos Apple serão banidos de minhas empresas. Isso é uma violação de segurança inaceitável”.

Portanto, funcionários das empresas de Musk que utilizam dispositivos como iPhones, e computadores como o MacBook, poderiam ser impedidos de trabalhar com tais aparelhos. Musk  ainda disse que visitantes terão que deixar seus dispositivos Apple na porta, onde serão armazenados em uma gaiola de Faraday.

É um absurdo a Apple não criar sua própria IA, diz Musk

 

Musk também afirmou, em sua conta no X, que evidentemente  é um absurdo que a Apple não seja inteligente o suficiente para criar sua própria IA, mas seja de alguma forma capaz de garantir que a OpenAI protegerá sua segurança e privacidade,

Apple fala em segurança avançada em grande escala

A Apple não comentou diretamente as declarações de Musk, mas a empresa já tem materiais sobre a questão da segurança em relação ao Apple Intelligence.

Em uma página dedicada ao tema, a empresa menciona que expandiu as proteções líderes da indústria do iPhone para a nuvem, para que as pessoas não precisem escolher entre uma inteligência poderosa baseada no contexto pessoal e proteções de privacidade robustas.

Apple Intelligence

A Apple também elevou o nível da privacidade com novas funcionalidades, como apps bloqueados e ocultos, para ajudar os usuários a protegerem as informações mais confidenciais do telefone. Conjunto de implementações chamado de Private Cloud Computer

Segundo Craig Federighi, senior vice president of Software Engineering da Apple, o “Private Cloud Compute usa seus dados somente para executar suas solicitações e nunca os armazena, garantindo que não estejam acessíveis para ninguém, nem mesmo para a Apple. E projetamos o sistema para permitir que especialistas independentes possam verificar essas proteções.”

Processamento poderá ocorrer diretamente no aparelho ou na nuvem

Quando alguém faz uma solicitação, a Apple Intelligence analisa se ela pode ser processada no aparelho. Caso precise de mais poder computacional, pode recorrer ao Private Cloud Compute, que enviará somente os dados relevantes para processar a tarefa nos servidores dos chips da Apple, explica a empresa. 

Elon Musk também já criticou aliança entre OpenAI e Microsoft

Elon Musk tem adotado um tom crítico a OpenAI, e já manifestou sua insatisfação com a aliança da empresa com outra Big Tech, a Microsoft. Situação que gerou até mesmo a abertura de um processo contra a OpenAI e Sam Altman, CEO e um dos fundadores da gigante do ChatGPT.

Musk diz que a proximidade da OpenAI com a Microsoft minou a missão original da empresa, de criação de tecnologias de código aberto, que não estivessem a serviço de um negócio com o modelo da empresa fundada por Bill Gates e Paul Allen. Lembrando que Elon Musk é um dos fundadores da OpenAI. A empresa foi criada em 2015, tendo Musk como um dos investidores. O empresário sul-africano abandou o conselho diretor em 2018.

OpenAI diz que Musk está arrependido por ter caído fora

Musk que também investe no segmento de IA generativa, com o Grok, atualmente disponível para assinantes do X, estaria arrependido por não estar mais envolvido com a OpenAI. É isso que pensa Jason Kwon, diretor de estratégia da empresa.

Em março, quando Musk entrou com um processo contra a Open AI e Sam Altman, Kwon enviou um memorando aos seus funcionários destacando que essa postura da Musk mostra que ele está arrependido por não estar mais envolvido.

Sobre o Autor

Editor-chefe no Hardware.com.br, aficionado por tecnologias que realmente funcionam. Segue lá no Insta: @plazawilliam Elogios, críticas e sugestões de pauta: william@hardware.com.br
Leia mais
Redes Sociais:

Deixe seu comentário

X