App Lookout agora usa câmera do smartphone para procurar objetos

App Lookout agora usa câmera do smartphone para procurar objetos

Na conferência de desenvolvedores I/O deste ano, o Google anunciou uma série de atualizações significativas em seus aplicativos de acessibilidade, até mesmo em comemoração ao Dia Global de Conscientização sobre Acessibilidade. Entre as melhorias está um novo recurso no seu app Lookout.

A empresa revelou diversas novidades que abrangem diferentes apps e produtos, desde a leitura de documentos e reconhecimento de objetos até a navegação por meio de comandos de voz e acessibilidade em cadeiras de rodas. Confira mais detalhes!

Leia também:

Apple anuncia controle de iPhone só com os olhos e mais recursos de acessibilidade
Android terá recurso de bloqueio imediato quando o celular for arrancado da sua mão e pasta segura para app de banco

App Lookout traz mais inclusão para pessoas com baixa visão ou cegueira

Uma das atualizações mais impressionantes é a nova versão do aplicativo Lookout. Este aplicativo se tornou uma ferramenta muito importante para pessoas com baixa visão ou cegueira, já que é capaz de ler textos e documentos longos em voz alta.

Além disso, o Lookout também ajuda com tarefas do dia a dia, podendo ler rótulos de alimentos, reconhecer moedas e descrever o que vê através da câmera do dispositivo para o usuário.

Agora, a sua mais nova versão inclui um modo “Find” que é a novidade da vez. Ele permite aos usuários escolher entre sete categorias de itens, como assentos, mesas, veículos, utensílios e banheiros.

imagem do app Lookout do Google

Ao mover a câmera pelo ambiente, o aplicativo identifica e informa a direção ou distância até o objeto desejado, facilitando a interação dos usuários com os objetos ao seu redor. Além disso, o Google também anunciou que lançou um botão de captura dentro do próprio aplicativo para que o smartphone tire uma foto e o usuário tenha uma descrição detalhada do que há nessa imagem a partir de uma IA.

Outras soluções de acessibilidade do Google

Além do app Lookout, o Google também revelou outras novidades e melhorias nessa área.

Look to Speak traz comunicação facilitada

Look to Speak

O Google também aprimorou seu aplicativo Look to Speak, que permite a comunicação através de gestos oculares. Dessa forma, basta o usuário encontrar uma frase dentro de uma lista e focar nela para que o aplicativo fale em voz alta, melhorando essa comunicação.

Agora a novidade é a adição de um modo sem texto, onde os usuários podem selecionar símbolos, emojis e fotos de um livro de fotos para acionar a fala. Essa personalização permite que cada usuário defina o significado específico para cada símbolo ou imagem, garantindo assim uma forma mais intuitiva e personalizada de comunicação.

Lens no Maps oferece navegação mais inclusiva

A empresa também revelou que expandiu as capacidades do leitor de tela para o Lens no Maps, tornando a navegação mais acessível para pessoas com deficiência visual. Agora, o Lens pode informar os nomes e categorias de locais próximos, como caixas eletrônicos e restaurantes, além de fornecer a distância até esses locais.

Melhorias na orientação por voz detalhada também foram implementadas, oferecendo prompts de áudio que guiam o usuário de forma precisa e clara durante o trajeto.

Acessibilidade em Cadeiras de Rodas no Google Maps

Outra atualização significativa é a disponibilidade de informações sobre acessibilidade para cadeiras de rodas no desktop, um recurso que estava disponível apenas no Android e iOS desde seu lançamento há quatro anos.

O recurso “Locais Acessíveis” permite que os usuários vejam se um local possui entrada acessível, banheiros adaptados, assentos apropriados e estacionamento adequado. Atualmente, o Google Maps possui informações de acessibilidade para mais de 50 milhões de lugares. Além disso, os usuários de Android e iOS agora podem filtrar facilmente avaliações que se concentram na acessibilidade para cadeiras de rodas.

Projeto Gameface para controle sem mãos 

Por fim, o Google anunciou que mais código do Projeto Gameface foi tornado open-source. Este projeto permite que desenvolvedores criem aplicativos que utilizam um “mouse” controlado por movimentos da cabeça e gestos faciais. Essa tecnologia permite que pessoas com mobilidade limitada usem seus computadores e telefones de maneira mais fácil e eficiente.

Google em busca da inclusão

As atualizações anunciadas pelo Google na conferência I/O deste ano representam um passo significativo em direção a uma tecnologia mais inclusiva. Com essas melhorias, o Google não apenas facilita o acesso à informação e à comunicação para pessoas com deficiência, mas também promove uma maior independência e qualidade de vida.

Durante essa semana, esse tema de acessibilidade se tornou bem ativo e importante, principalmente graças ao Dia Global de Conscientização sobre Acessibilidade, que aconteceu ontem, no dia 16 de maio. O propósito da data é justamente falar mais sobre o tema, e por isso diversas empresas aproveitam o momento para mostrar seus avanços nessa área.

Fonte: Engadget

Sobre o Autor

Redes Sociais:

Deixe seu comentário

X