SOFIA: IA brasileira ajuda empresas a economizar em impostos ao analisar a legislação de 34 países

SOFIA: IA brasileira ajuda empresas a economizar em impostos ao analisar a legislação de 34 países

O SOFIA, sigla para Sistema Operacional Fiscal com Inteligência Artificial, é um software desenvolvido pela empresa brasileira Contabilidade Internacional para ajudar empresas nacionais e estrangeiras a encontrar os melhores caminhos no complexo sistema tributário brasileiro, além de alternativas em outros 33 países.

Criado com base na inteligência artificial, o SOFIA oferece uma visão ampla e globalizada das operações financeiras de uma pessoa física ou de uma empresa, e é o único software fiscal do mundo que integra as funções de Web Crawler, ERP e CRM tributário e jurídico, destaca a companhia em nota.

A plataforma é capaz de coletar, processar e interpretar mais de 1.700 dados em todo o conjunto de leis e impostos de diferentes cidades, estados e países, para analisar cenários e indicar caminhos que garantam às empresas e indivíduos uma gestão fiscal otimizada, legítima e legal, tanto em âmbito nacional quanto internacional. Em modo ativo desde 2017, já são 7 mil usuários entre pessoas físicas e jurídicas, no Brasil e em 34 outros países, inclusive nos Estados Unidos.

Um levantamento feito pelo Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação (IBPT) aponta que, só em 2022, 95% das empresas brasileiras pagaram mais impostos do que deveriam. Entre os motivos disso está a complexidade da legislação brasileira.

“O Brasil tem 1.301 Atividades Empresariais CNAE (Classificação Nacional de Atividades Econômicas), 89 tipos jurídicos, 5 regimes tributários e mais de 100 impostos municipais, estaduais e federais, em que as alíquotas desses impostos variam para cada CNAE, cada tipo jurídico e cada regime tributário. Mas o SOFIA monta eficientemente esse quebra-cabeça ultra complexo e delicado, garantindo segurança jurídica, economia tributária e conformidade legal”, explica Roger Mitchel, criador do SOFIA e CEO da Contabilidade Internacional, um escritório contábil que faturou R$ 3,9 milhões em 2022, R$ 7,3 milhões em 2023 e espera alcançar R$ 14 milhões neste ano.

Capaz de analisar e unir todas essas variáveis de maneira eficiente ao compor a estrutura da empresa, a plataforma garante que o contribuinte não pague mais impostos do que necessário e que também cumpra qualquer obrigação tributária e obedeça a todas as normas:

“Em termos leigos, o SOFIA coleta todo o conjunto de leis e impostos de todos os municípios e estados do Brasil e compara com os equivalentes dos Estados Unidos, por exemplo, para apontar o melhor cenário tributário e jurídico, seja para um brasileiro financiar um imóvel de temporada na Disney ou para uma empresa americana importar serviços ou produtos brasileiros. E essas são apenas duas das possíveis aplicações do SOFIA, que é basicamente um super contador-virtual”, explica Roger Mitchel.

O executivo afirma ainda que a plataforma democratiza o acesso à contabilidade, nacional ou internacional, com eficiência, velocidade e alta precisão.

“Antes reservada às empresas com recursos para contratar consultorias especializadas, o SOFIA coloca essa expertise à disposição de todos, democratizando a contabilidade e permitindo que o mundo empresarial se nivele e seja mais equitativo até mesmo no mercado global. Com uma interface intuitiva e relatórios detalhados, o sistema simplifica a gestão fiscal internacional ao mesmo tempo em que educa e capacita seus usuários, tornando-os mais autônomos e informados sobre as implicações fiscais e jurídicas de suas atividades e operações”, completa.

“Além desse diagnóstico inicial, a cada nova legislação adicionada, alteração tributária ou caso de uso, o sistema se atualiza. Esse ciclo de aprendizado e adaptação constante, característico da IA, assegura que o SOFIA permaneça sempre à frente das mudanças globais, oferecendo às empresas uma solução fiscal que não apenas atenda às suas necessidades atuais, mas que também se adapta às futuras, como é o caso da Reforma Tributária no Brasil”, acrescenta a nota.

Sobre o Autor

Editor-chefe no Hardware.com.br, aficionado por tecnologias que realmente funcionam. Segue lá no Insta: @plazawilliam Elogios, críticas e sugestões de pauta: william@hardware.com.br
Leia mais
Redes Sociais:

Deixe seu comentário

X