Não espere grandes cortes de preço para o PlayStation 5, afirma Sony

Não espere grandes cortes de preço para o PlayStation 5, afirma Sony

A Sony Interactive Entertainment foi taxativa em relação a uma quebra na expectativa sobre cortes agressivos de preço para o PlayStation 5. Segundo o novo CEO da companhia, Hiroki Totoki, dificilmente o console terá uma grande redução de preço no futuro.

Totoki disse isso durante uma call com investidores, que também contou com a participação da imprensa. O executivo justificou essa posição devido aos custos de produção do console. É difícil reduzir o die do PS5 para refletir em um corte realmente significativo nos custos de produção, panorama que representaria uma queda representativa de preço para o consumidor.

Sem essa perspectiva no radar, a Sony acaba tendo pouca margem, em outras frentes, como o armazenamento, para cortar custos. No entanto, esse corte não seria algo realmente representativo.

Em termos estratégicos, a Sony está encarando outros detalhes como fundamentais para seguir trabalhando no PS5, “Queremos garantir que nosso negócio é lucrativo, assim como estamos focando no engajamento do usuário junto às vendas das unidades. Precisamos atingir um bom equilíbrio entre todos estes elementos”, afirma Totoki.

A trajetória do PS5 começou em 2020, o preço sugerido para a versão com suporte a mídia Blu-Ray era US$ 499, enquanto o modelo com suporte apenas aos jogos digitais saia por US$ 399. No ano passado chegou ao mercado uma versão revisada, substituta da primeira edição, convencionalmente chamada como Slim.

O PS5 Slim também chegou com preço sugerido de US$ 499, e US$ 449 para a versão Digital Edition.

Sobre o Autor

Editor-chefe no Hardware.com.br, aficionado por tecnologias que realmente funcionam. Segue lá no Insta: @plazawilliam Elogios, críticas e sugestões de pauta: william@hardware.com.br
Leia mais
Redes Sociais:

Deixe seu comentário

X