Microsoft admite que passou dos limites em relação aos pedidos de atualização do Windows 10

Microsoft admite que passou dos limites em relação aos pedidos de atualização do Windows 10

A forma como a Microsoft lidou com as atualizações do Windows 10 incomodou muitos usuários, o benefício de um ciclo de atualizações gratuitas para os usuários do Windows 7 e 8.1 passou de uma coisa boa para ruim assim que o sistema começou a adotar algumas medidas nada convencionais para incentivar essa troca. O episódio mais crítico foi quando clicar no x de uma caixa de diálogo não cancelava o update, simplesmente mandava a atualização para o segundo plano.

Chris Capossela, diretor de marketing da Microsoft admitiu na edição mais recente do Windows Weekly que eles foram longe demais em relação a política de distribuição do Windows 10.

“Sabemos que queremos que as pessoas estejam utilizando o Windows 10 sob uma perspectiva de segurança, porém encontrar o equilíbrio para não ser muito agressivo é algo que tentamos durante boa parte do ano e acho que conseguimos, mas houve um momento em particular em que o X vermelho que normalmente significa cancelar acabou não significando cancelar. Tivemos que reconhecer que fomos longe demais e em seguida levou algum tempo para lançar uma atualização que mudasse esse comportamento. Essas duas semanas foram muito dolorosas e um momento de baixa para nós. Aprendemos muito com isso.”

Sobre o Autor

Editor-chefe no Hardware.com.br, aficionado por tecnologias que realmente funcionam. Segue lá no Insta: @plazawilliam
Leia mais
Redes Sociais:

Deixe seu comentário

X