Apple terá que pagar €318 milhões por fraudar impostos na Itália

Apple terá que pagar €318 milhões por fraudar impostos na Itália

Após 5 anos de investigações na Itália, a Apple terá que pagar uma bela multa devido a algumas brechas utilizadas pela companhia para fraudar leis e impostos no “país da bota”. A gigante de Cupertino será obrigada a pagar €318 milhões às autoridades italianas. 

De acordo com alguns dados divulgados durante o período que foi investigada (2008 a 2013), a Apple conseguiu uma renda de mais de €1 bilhão, porém a companhia pagou apenas €30 milhões em taxas, sendo que o valor correto a ser quitado de acordo com a lei italiana era de em média de €880 milhões

Tim Cook, CEO da Apple, obviamente negou qualquer tipo de fraude em qualquer sistema de imposto nos países que a gigante da maçã atua. Cook declarou o seguinte: “Nós pagamos cada dólar de imposto que devemos”. Para chegar a esse acordo não foi nada fácil, alguns jornais como o La Repubblica, destacaram que durante muitos meses as autoridades fiscais italianas e o batalhão de advogados da Apple entraram num esquema de queda de braço até que esse acordo fosse estabelecido.

O argumento utilizado pela Apple para lutar contra essa punição é que a sede da sua divisão italiana fica na Irlanda, que tem uma das menores taxas de imposto sobre sociedades na União Européia e, por causa disso, a Apple pagou menos impostos. Não é novidade pra ninguém que a Apple é uma grande caçadora de paraísos fiscais.

O La Republica ainda destaca que esse problema com a Apple poderá abrir precedentes para investigações com outras empresas multinacionais. Vamos aguardar os próximos capítulos.

Sobre o Autor

Editor-chefe no Hardware.com.br, aficionado por tecnologias que realmente funcionam. Segue lá no Insta: @plazawilliam
Leia mais
Redes Sociais:

Deixe seu comentário

X