Firefox 20: melhorias no modo privado e gerenciador de downloads, e suporte a mais aparelhos Android

Por: Marcos Elias Picão

Foi lançado o Firefox 20, trazendo uma mudança que muitos esperavam há tempos: agora o modo privado funciona sem precisar reiniciar o navegador. Assim como no Chrome, dá para abrir sessões privadas que não salvam dados temporários (histórico, cookies, etc) sem prejudicar as sessões já abertas nas outras abas ou janelas.

Além de navegar sem deixar rastros no navegador este modo é útil para se logar simultaneamente em várias contas diferentes num mesmo site, como serviços de e-mail ou redes sociais. Os dados das sessões privadas ficam isolados dos dados da primeira sessão do navegador.

A navegação privada funciona também no Firefox para Android, permitindo inclusive alternar entre abas no modo privado e comum na mesma sessão de navegação.

Outra novidade é o gerenciador de downloads reformulado. Ele pode ser chamado por um botão ao lado da barra de endereços, sem precisar abrir uma janela à parte. Clicando com o botão direito no progresso aparecem opções para controlar o download, com a possibilidade de pausá-lo.

No Android há suporte a mais dispositivos, especialmente alguns com processadores ARMv6. Entre eles estão modelos populares como Samsung Galaxy Next, HTC Aria, HTC Legend, Samsung Dart, Samsung Galaxy Pop e o Samsung Galaxy Q. Com isso a Mozilla estima que o Firefox está disponível para mais cerca de 50 milhões de telefones.

Para os desenvolvedores esta versão inclui a função getUserMedia, uma parte importante do WebRTC, que oferece acesso fácil à câmera e microfone. Há ainda a Developer Toolbox, uma área de ferramentas nativas para desenvolvedores e curiosos.

O Firefox pode ser atualizado diretamente (pela tela Sobre…) ou baixado em http://br.mozdev.org/. Para Android basta ir ao Google Play.

Sobre o Autor

Redes Sociais:

Deixe seu comentário