Mais um mini-PC com ARM, agora da VIA

Por: Carlos E. Morimoto
Mais um mini-PC com ARM, agora da VIA

A VIA (aquela mesma, que fabricava processadores x86 e chipsets, e hoje sobrevive produzindo SoCs ARM, chis de áudio e outros componentes) anunciou mais um mini-PC baseado em um chip ARM, o “Android PC System”, ou APC:

Ele chega ao mercado como uma espécie de concorrente do Raspberry Pi, já que também é um computador completo em um formato compacto, vendido “pelado”, sem o gabinete e por um preço apenas um pouco mais alto: US$ 49 por unidade.

Se comparado ao Raspberry Pi, o Via APC é um pouco mais poderoso do ponto de vista do hardware. Ele é baseado em um SoC VIA WonderMedia, que inclui um processador ARM11 operando a 800 MHz (clock 100 MHz mais alto que no Pi):

Ele inclui ainda 512 MB de RAM (contra os 256 do Pi) 4 portas USB, saída VGA e HDMI, placa de rede e conectores de áudio, bem como 2 GB de memória Flash, que podem ser expandidos através de um cartão micro-SD. O fato de oferecer uma saída VGA e múltiplas portas USB torna o VIA APC mais facilmente utilizável, já que ele pode ser usado em conjunto com a enorme base de monitores VGA que temos no mercado.

Um ponto em que ele perde é em relação à GPU, que é bem menos poderosa que a do Raspberry Pi, oferecendo suporte mais limitado à aceleração de vídeo e sendo limitada a resoluções de 720p. A placa da VIA é também mais gulosa do ponto de vista do consumo, indo de 4 watts em idle a até 13.5 watts em full-load, contra os 4 a 6 watts máximos do Raspberry Pi.

Outro fator em que os dois aparelhos são diferentes é na questão do sistema operacional. O Raspberry Pi é fornecido sem sistema e o usuário pode escolher entre imagens de várias distribuições Linux, enquanto o VIA APC vem com o Android 2.3 instalado, incluindo alguns tweaks e utilitários para adaptar melhor o sistema ao uso em conjunto com teclado e mouse.

Embora o Android 2.3 seja um sistema bem deficiente como desktop (provavelmente a VIA optou por ele em vez do 4.0 devido aos requisitos de hardware mais baixos) ele oferece os recursos básicos que a maioria dos usuários espera, como navegador, acesso a redes sociais, IM, Skype, etc. o que pode fazer com que ele seja uma solução passável para muitos ambientes.

Por se tratar de um dispositivo pequeno e barato, ele poderá ser importando por pessoas físicas sem pagamento de impostos (com exceção de um ou outro caso), o que fará com que o preço total se mantenha na casa dos cento e poucos reais, sem dúvida uma opção tentadora de PC auxiliar, apesar das limitações. É bem provável que estações de baixo custo como ele se tornem popular daqui em diante, substituindo os PCs em algumas áreas.

A página oficial é a http://apc.io/. O endereço é novo, por isso dependendo do DNS que estiver utilizando, pode ser que ele ainda não esteja disponível. 
 

Sobre o Autor

Redes Sociais:

Deixe seu comentário