Kaspersky acelera rastreio de vírus com GPUs Tesla

Por: Julio Cesar Bessa Monqueiro
Kaspersky acelera rastreio de vírus com GPUs Tesla
Cada vez mais o processamento auxiliado pela GPU vem se tornando popular e integrado à uma gama ascendente de aplicações. A empresa de anti-vírus Kaspersky Lab começou a utilizar processadores gráficos da Nvidia para acelerar o rastreio de vírus, esperando que os GPUs permitirão “uma resposta mais rápida às novas ameaças”.

De acordo com o anúncio da empresa, a mesma usa um sistema Tesla S1070 do tipo 1U, “acelerando os serviços intelectuais que definem a semelhança de arquivos”. Segundo a companhia, “os serviços de comparação permitem a identificação de novos arquivos e definem qual arquivo, ou grupos de arquivos, mais se assemelham ao programa desconhecido recebido pelo laboratório da empresa”. Em suma, o Tesla agora permitirá uma identificação mais rápida de arquivos desconhecidos, favorecendo a descoberta mais rápida dos vírus.

Vale lembrar que o Tesla S1070 se encaixa em racks do tipo 1U (foto abaixo), e inclui quatro GPUs Tesla, baseados no projeto GT200. Cada GPU possui 240 processadores stream, 4 GB de RAM, e interface de memória de 512 bits. A Nvidia afirma que o S1070 pode fornecer 4,14 TeraFLOPS no modo de precisão simples, e 345 GigaFLOPS no modo de precisão dupla.

O Kaspersky Lab afirma que obteve um surpreendente aumento de 360 vezes na velocidade do algoritmo de definição de semelhança, se comparado a um sistema Core 2 Duo de 2.6 GHz com o Tesla – uma estatística estranha e difícil de se alcançar, mas foi o que publicaram.

Anúncio:

http://www.kaspersky.com/news?id=207575979

Fonte:

http://techreport.com/discussions.x/18144

Sobre o Autor

Redes Sociais:

Deixe seu comentário