blank blank

TFTP

Com o DHCP funcionando, o próximo passo é ativar o servidor TFTP, para que as estações possam carregar a imagem de boot.

No Debian existem duas opções de servidor TFTP. O “tftpd” é uma versão obsoleta, que não suporta boot via PXE e que, por isso, é fortemente não-recomendado. A versão atual é instalada através do pacote “tftpd-hpa“:

# apt-get install tftpd-hpa

Quando o script de instalação perguntar “Deverá o servidor ser iniciado pelo inetd?”, responda que não.

Depois de instalar o pacote, edite o arquivo “/etc/default/tftpd-hpa“. Por padrão ele vem com uma linha que mantém o servidor desativado, mesmo que as demais configurações estejam corretas. Para que o serviço fique ativo, modifique a linha “RUN_DAEMON=”no” para “RUN_DAEMON=”yes”. Altere também a linha “OPTIONS=”-l -s /var/lib/tftpboot” (que indica a pasta que será compartilhada pelo servidor tftpd), substituindo o “/var/lib/tftpboot” por “/tftpboot”.

Depois da alteração o arquivo fica:

#Defaults for tftpd-hpa
RUN_DAEMON=”yes
OPTIONS=”-l -s /tftpboot

Para que a alteração entre em vigor, reinicie o serviço tftpd-hpa:

# /etc/init.d/tftpd-hpa stop
# /etc/init.d/tftpd-hpa start

Por desencargo, usamos também os comandos abaixo, para ter certeza de que ele está configurado para ser executado durante o boot:

# update-rc.d -f tftpd-hpa remove
# update-rc.d -f tftpd-hpa defaults

No Debian Etch, o servidor tftpd-hpa pode conflitar com o inetd. Se mesmo depois de instalar e fazer toda a configuração, o servidor tftpd continuar a não responder às requisições das estações (elas continuarão parando no “TFTP….”), este é provavelmente o seu caso. Para solucionar o problema, desative o inetd, utilizando os comandos abaixo e, em seguida, reinicie o servidor:

# /etc/init.d/inetd stop
# update-rc.d -f inetd remove
# reboot

Ao desativar o inetd, o acesso remoto ao vmware-server e o swat (caso instalados no servidor) deixarão de funcionar. Caso precise utilizar estes serviços, reative o inetd manualmente quando necessário, utilizando o comando:

# /etc/init.d/inetd start

Para concluir a configuração, abra o arquivo “/etc/hosts.allow” e substitua todo conteúdo do arquivo por:

# /etc/hosts.allow para o LTSP 4.2

# Esta configuração permite que todos os micros da rede local utilizem
# os serviços usados pelo LTSP.
# Altere o “192.168.0.” caso você esteja utilizando outra faixa de
# endereços na sua rede:

ALL : 127.0.0.1 192.168.0.0/24

É essencial que a linha “ALL : 127.0.0.1 192.168.0.0/24” esteja presente, caso contrário o sistema recusa as conexões dos clientes mesmo que os serviços estejam corretamente ativados. Ao editar este arquivo, não é necessário reiniciar nenhum serviço. Não se esqueça de substituir o “192.168.0.0” pela faixa de endereços da sua rede, caso diferente.

Com o TFTP funcionando, as estações conseguem carregar a imagem inicial de boot e o Kernel e prosseguem até o ponto em que tentam montar o diretório “/opt/ltsp/i386” do servidor via NFS:

Se você está vendo esta mensagem, significa que está tudo funcionando. Esta mensagem de erro é, na verdade, uma boa notícia. O próximo passo é configurar o NFS, para que as estações possam concluir o boot.

Sobre o Autor

Redes Sociais:

Deixe seu comentário