blank blank

FAQ: Modems x Correção de erros

A minha dúvida é sobre correção de erros. Já vi muita gente dizer que na Net na verdade 1 byte = 10 bits, pois há dois bits adicionais, um para correção e outro para controle de fluxo. A velocidade máxima de um modem de 33.6 k seria então de 3.6
KB/s

Outro grupo diz que 8 bits são um byte, mas devido às perdas na transferência, o limite teórico de velocidade do modem é impossível de ser alcançado e qualquer forma, o que na prática daria algo próximo de no máximo 3.6 KB/s
num modem de 33.6 K também.Afinal, como fica a correção de erro, controle de fluxo e perda? Qual seria a velocidade máxima de um modem na prática?”

Tomando como exemplo um modem de 33.6 como você citou, temos um aparelho capaz de transmitir um total 33.6 Kbits por segundo. A princípio, 33.6 Kbits corresponderiam a 4.2 Kbytes por segundo, porém na prática sempre será um pouco menos que isso, pois
sempre teremos alguma perda de sinal e alguns bits para correção de erros.

Essa história de 10 bits por byte, sendo 2 para correção de erros de fato existia… existia a 10 anos atrás na época dos BBS! De lá pra cá as técnicas de transmissão de dados evoluíram, do Zmodem, Ymodem & Cia para o TCP/IP que usamos para acessar
a Internet.

Protocolos diferentes, novas formas de transmitir dados. Usando TCP/IP os dados são transmitidos em pacotes, é a famosa configuração de MTU que alguns programas permitem alterar. Um pacote pode ter de 512 a 4096 bits, seguidos de 4 bits de verificação
e correção de erros.

Quando o micro receptor recebe um pacote ele verifica os dados usando os bits de correção. Caso esteja tudo o.k. ele envia um pacote de confirmação e caso haja algum problema ele solicita a retransmissão do pacote. Com isto o micro emissor terá de
reenviar todo o pacote novamente.

O defaut do Windows é 1500 bits, mas este valor pode ser alterado para mais ou para menos, é isto o que muitos programas otimizadores de conexão fazem para tentar melhorar um pouco a velocidade. Em linhas de boa qualidade temos poucos pacotes chegando
corrompidos, por isso pacotes maiores podem ser uma forma de ganhar tempo, já que com um número menor de pacotes teremos proporcionalmente um número menor de bits de verificação e menos pacotes de confirmação.

Caso por outro lado tenhamos uma linha ruidosa então fatalmente muitos pacotes terão de ser retransmitidos, neste caso, pacotes menores farão com que se perca menos tempo em cada retransmissão.

Na prática, numa linha boa a transmissão efetiva de dados fica muito próxima do limite teórico do modem, teríamos uma taxa de transmissão em torno de 4.1, 4.12 Kbytes por segundo numa conexão de 33.6. Caso a linha esteja ruim a taxa será
proporcionalmente menor. Em geral o modem sequer chegará a conectar a 33.6 e sim a 31.2, 28.8, ou até menos, dependendo da qualidade.

Outro recurso que os modems possuem é a compactação de dados, o que permite aumentar a taxa de transmissão caso estejam sendo baixados arquivos HTML, texto, imagens BMP, etc. arquivos que aceitam compactação. Porém baixando arquivos já compactados a
compressão do modem não serva para nada. Baixando um programa de instalação do Tucows por exemplo, dificilmente você passaria dos 4.1 KB/s, mas baixando um arquivo de texto poderia conseguir bem mais. Caso esteja usando um modem de 56 K a conexão será
proporcionalmente mais rápida.

Sobre o Autor

Redes Sociais:

Deixe seu comentário