Gerenciamento de pacotes no OpenSUSE com o Zypper

Por: Julio Cesar Bessa Monqueiro
Gerenciamento de pacotes no OpenSUSE com o Zypper

openSUSE package management with Zypper
Autor original: Ladislav Bodnar
Publicado originalmente no:
http://distrowatch.com/
Tradução: Roberto Bechtlufft

Embora o openSUSE (e o SUSE Linux, antes dele) já tenha uma infra-estrutura grande de gerenciamento de pacotes há anos, uma nova opção de gerenciamento de pacotes foi introduzida no openSUSE 10.3. O Zypper é uma ferramenta de linha de comando que tem todos os ingredientes de outros gerenciadores de pacote de sucesso, como o apt-get, o urpmi e o yum. Ele não apenas é muito mais rápido do que qualquer ferramenta gráfica jamais será, como ainda tem a vantagem de poder ser usada em scripts. Eu testei a ferramenta na versão de desenvolvimento do openSUSE 11.0, usando-a exclusivamente para sincronizar um sistema openSUSE instalado com a árvore de desenvolvimento “Factory” em intervalos regulares.

O sistema instalado era o terceiro beta do openSUSE 11.0, edição i386 em DVD. Eu esperava ser capaz de usar os mecanismos de atualização normais da distribuição para sincronizar o sistema instalado com o Factory, mas para minha surpresa as coisas não funcionaram como eu esperava. Isso porque, ao contrário do Ubuntu e do Fedora, que configuram automaticamente suas ferramentas de atualização para que apontem para a árvore de desenvolvimento, os betas do openSUSE não vêm configurados para acompanhar o desenvolvimento dessa maneira. Ao invés disso, as fontes do openSUSE apontam para o repositório ainda inexistente da versão 11 final.

Tendo dito isso, não é particularmente difícil alterar as configurações relevantes do openSUSE para que ele aponte para a árvore do Factory. Comece removendo todos os repositórios existentes (digite zypper repos para ver a lista completa) com zypper rralias. Depois disso, os repositórios do Factory podem ser adicionados com estes comandos:

zypper sa http://download.opensuse.org/distribution/SL-OSS-factory/inst-source/ oss
zypper sa http://download.opensuse.org/distribution/SL-Factory-non-oss/inst-source-extra/ non-oss

Agora, ao executar o zypper repos novamente, a saída do comando deve ser parecida com esta:

img

O Zypper lista todos os repositórios de pacotes em um simpático formato tabulado.

Quando a configuração dos repositórios do Factory estiver concluída, os seguintes comando são utilizados para atualizar a distribuição com os mais recentes pacotes de desenvolvimento:

zypper refresh
zypper update

Como costuma acontecer com ferramentas de gerenciamento de pacotes de linha de comando, o Zypper traz várias opções e argumentos que podem fazer o processo de atualização correr bem mais redondo. Por exemplo, se sua instalação incluir software que não é livre, será preciso concordar com a licença do software antes de instalar ou atualizar esses pacotes. Isso pode ser evitado com o comando zypper update –auto-agree-with-licenses. Também é possível evitar a necessidade de confirmar certas tarefas com o zypper –non-interactive update. Também há opções de busca de pacotes e de exportação de uma lista completa de pacotes para um arquivo de texto, que pode ser importada em outro computador. Muitos dos comandos têm opções adicionais, que podem ser encontrados na ampla documentação online do programa
.
No uso que fiz do Zypper nas últimas semanas, aprendi a apreciar a conveniência que ele proporciona ao usuário final. Não tenho dúvidas de que o Zypper é a ferramenta de gerenciamento de pacotes mais poderosa disponível hoje, com muitas opções e argumentos úteis que não são encontrados em outras ferramentas. Embora essa aparente complexidade às vezes possa parecer desencorajadora, depois que se dedicar a aprender como a ferramenta funciona não há dúvida de que você vai apreciar os esforços dos desenvolvedores do openSUSE na criação do Zypper. Trata-se de uma excelente ferramenta para aqueles que desejam acompanhar o desenvolvimento do openSUSE 11.0 sem ter que reinstalar o sistema após o lançamento de cada versão alpha ou beta.

Para mais informações:

Créditos a Ladislav Bodnarhttp://distrowatch.com/
Tradução por Roberto Bechtlufft <robertobech at gmail.com>

Sobre o Autor

Redes Sociais:

Deixe seu comentário