Logo Hardware.com.br
Equipe GdH
Equipe GdH Geek Moderador
3.5K Mensagens 82 Curtidas

Debate sobre o codec de vídeo do HTML 5 volta a esquentar

#1 Por Equipe GdH 12/02/2010 - 21:18
Debate sobre o codec de vídeo do HTML 5 volta a esquentar

No dia 20 de janeiro, o YouTube revelou seu player que permite que sites exibam vídeo embutido diretamente na página, como um elemento de vídeo do HTML 5, substituindo o plugin do Flash — e o Vimeo, site de vídeos do segundo escalão, foi atrás. Mas os dois só oferecem arquivos de vídeo via HTML 5 em um formato patenteado e que exige o pagamento de royalties, o H.264. Por uma incrível coincidência, o anúncio chegou junto com o lançamento do Firefox 3.6, e poucos dias depois a Apple divulgou em um evento para a imprensa o seu iPad, que não tem suporte nem ao Flash e nem ao H.264. Depois disso, teve início um debate furioso sobre Flash, licenciamento e vídeos na web, além da briga entre o H.264 e o Ogg Theora. A comunidade de código aberto ainda não tem o que comemorar, mas a alta notoriedade do debate abriu as portas para a discussão do verdadeiro problema subjacente: os padrões web patenteados.
Nathan Willis

https://www.hardware.com.br/artigos/codec-video-html5/

Comente aqui!
thglara
thglara Novo Membro Registrado
4 Mensagens 0 Curtidas
#31 Por thglara
19/02/2010 - 22:48
Sou defensor da utilização de software livre. A utilização de padrões proprietários fará muito mal a comunidade open source. Imagino que o firefox continue seu suporte ao html5 e haveria uma extensão para utilizar o padrão da MPEG-LA. Essa extensão teria os custo do licenciamento que serão arcados por alguém da comunidade software livre (programador ou usuário final). Poderia acontecer o absurdo de pagar-se para poder usar programas código aberto (devido ao custo da licença) e usar-se navegadores proprietários de graça (suas empresas tem dinheiro para custear as licença).
O ideal seria que o padrão fosse um formato com patente livre (não necessariamente o Theora). Entretanto acho que agradaria a todos se o HTML5 tivesse suporte a vários formatos. Assim poderíamos escolher entre utilizar qualquer formato. A escolha ficaria então nas mãos do usuário e dos desenvolvedores web. É claro que a decisão de gigantes como YouTube tem peso, entretanto o uso consciente de formatos de vídeo livre pela web faria com que o YouTube voltasse atrás para manter-se na liderança.
descolado.png AMD Athlon X2 Dual Core 4000+ / Asus M2N E-SLi/ Nvidia Geforce 8500 GT (Zogis)/ CDDVDW Samsung SH-S202J Ide/ HD Samsung 250GB + HD Maxtor 250GB em RAID0/ Monitor Samsung SyncMaster 932B+ / memória DDR2 800 MHz/

Meu Blogue http://diariodebordodajudite.blogspot.com
Marcos FRM
Marcos FRM Highlander Registrado
10.3K Mensagens 712 Curtidas
#32 Por Marcos FRM
19/02/2010 - 22:53
thglara disse:
Entretanto acho que agradaria a todos se o HTML5 tivesse suporte a vários formatos. Assim poderíamos escolher entre utilizar qualquer formato. A escolha ficaria então nas mãos do usuário e dos desenvolvedores web. É claro que a decisão de gigantes como YouTube tem peso, entretanto o uso consciente de formatos de vídeo livre pela web faria com que o YouTube voltasse atrás para manter-se na liderança.

Você mesmo comentou o risco. Tendo um codec patenteado que pode ser posto goela abaixo (basta toda a indústria da web usa-lo), do que adiantaria o papel de coadjuvante ao Theora?

O H.264 não deveria nem ser considerado para ser o codec do HTML-5.
...
Core_Dump
Core_Dump General de Pijama Registrado
3.2K Mensagens 111 Curtidas
#33 Por Core_Dump
19/02/2010 - 23:03
thglara disse:
O ideal seria que o padrão fosse um formato com patente livre (não necessariamente o Theora). Entretanto acho que agradaria a todos se o HTML5 tivesse suporte a vários formatos. Assim poderíamos escolher entre utilizar qualquer formato. A escolha ficaria então nas mãos do usuário e dos desenvolvedores web.


Acho perfeitamente possivel a coexistencia dos dois formatos; um navegador web ao tentar abrir uma pagina com conteudo h.264 abriria a opcao de baixar o plugin, aceitando uma licenca, tal como acontece com o Flash e ShockWave; enquanto o Theora estaria disponível por padrao.
adeus.gif
carlos007anjo
carlos007anj... Geek Registrado
2.9K Mensagens 82 Curtidas
#34 Por carlos007anj...
19/02/2010 - 23:14
thglara disse:
Sou defensor da utilização de software livre. A utilização de padrões proprietários fará muito mal a comunidade open source. Imagino que o firefox continue seu suporte ao html5 e haveria uma extensão para utilizar o padrão da MPEG-LA. Essa extensão teria os custo do licenciamento que serão arcados por alguém da comunidade software livre (programador ou usuário final). Poderia acontecer o absurdo de pagar-se para poder usar programas código aberto (devido ao custo da licença) e usar-se navegadores proprietários de graça (suas empresas tem dinheiro para custear as licença).
O ideal seria que o padrão fosse um formato com patente livre (não necessariamente o Theora). Entretanto acho que agradaria a todos se o HTML5 tivesse suporte a vários formatos. Assim poderíamos escolher entre utilizar qualquer formato. A escolha ficaria então nas mãos do usuário e dos desenvolvedores web. É claro que a decisão de gigantes como YouTube tem peso, entretanto o uso consciente de formatos de vídeo livre pela web faria com que o YouTube voltasse atrás para manter-se na liderança.



Quanto a vários formatos , isso eu discordo pelos motivos :

- Os processadores AMR querem dar suporte a renderização por hardware .
- As API´s para 3D , estão inicialmente sendo usadas para melhorar o desempenho , com aceleração por hardware .
- O flash por ser fechado não disponibilizada uma maneira de dar acesso a tecnologia para outras empresas participarem (do desenvolvimento) .

- Temos uma equipe , lutando para dar suporte opensource ao flash :

Swfdec

Swfdec (pronounced "swiff deck") is a decoder/renderer for Macromedia Flash animations.

http://swfdec.freedesktop.org/wiki/

http://www.gnu.org/software/gnash/

Gnash is a GNU Flash movie player. Flash is an animation file format pioneered by Macromedia which continues to be supported by their successor company, Adobe. Flash has been extended to include audio and video content, and programs written in ActionScript, an ECMAScript-compatible language. Gnash is based on GameSWF, and supports most SWF v7 features and some SWF v8 and v9.

Runs standaloneGnash can run standalone to play flash movies.Browser pluginGnash can also run as a plugin from within most Mozilla derived browsers, such as Firefox. Gnash also has support for Konqueror.SWF v7+ compliantGnash can play many current flash movies.Streaming VideoGnash supports the viewing of streaming video from popular video sharing sites like Lulu.tv or YouTube.com.XML Message serverGnash also supports an XML based message system as documented in the Flash Format specification.High Quality OutputGnash uses OpenGL for rendering the graphics on the desktop, and AntiGrain (AGG) for embedded framebuffer only devices.Free SoftwareGnash is 100% free software. For more information on the GPL, go to the Free Software Foundation web site.Better SecurityGnash pays extra attention to all network connections, and allows the user to control access.ExtensibleGnash supports extending ActionScript by creating your own. You can write wrappers for any development library, and import them into the player.
Agora fica a pergunta que não quer calar : Porque não investem $$$ neles ? Medo de perder o mercado ?
Marcos FRM
Marcos FRM Highlander Registrado
10.3K Mensagens 712 Curtidas
#36 Por Marcos FRM
19/02/2010 - 23:37
carlos007anjo disse:
- Os processadores AMR querem dar suporte a renderização por hardware .
- As API´s para 3D , estão inicialmente sendo usadas para melhorar o desempenho , com aceleração por hardware .
- O flash por ser fechado não disponibilizada uma maneira de dar acesso a técnilogia para outras empresas participarem (do desenvolvimento) .

- Temos uma equipe , lutando para dar suporte opensource ao flash :

Praticamente todos os projetos open source que lidam com decodificação de vídeo usam a libavcodec do ffmpeg. Suporte a aceleração por hardware no ffmpeg entrou faz pouco tempo e depende, no Linux, do X.Org e seus drivers funcionarem com a VA-API (e seus backends nos drivers proprietários da ATi e nVidia, respectivamente, XvBA e VDPAU).

Porém o propósito do elemento video do HTML-5 é eliminar a necessidade de plugins para assisitir vídeos (bem lógico, não? mostrando_dentes.png). Não que o Flash vá desaparecer da noite para o dia, afinal ele tem muito mais recursos que exibição de vídeo apenas. Mas a facilidade de se colocar um vídeo na web irá aos poucos minar o mercado do Flash, ainda mais quando tecnologias nativas para lidar com botões, vetores, etc, (Canvas/SVG/JS) forem sendo melhoradas e mais usadas.
...
Marcos FRM
Marcos FRM Highlander Registrado
10.3K Mensagens 712 Curtidas
#38 Por Marcos FRM
22/02/2010 - 23:11
No blog da Free Software Foundation, carta aberta ao Google:

Open letter to Google: free VP8, and use it on YouTube

Agora que o Google é finalmente dono da On2, a FSF pede que tornem o codec VP8 livre e passem a usa-lo no YouTube.

Esta era uma possibilidade já prevista anteriormente, como comentei no tópico Mozila critica Google pelo H.264 no YouTube com HTML 5.

Para se ter uma idéia, o Theora é baseado no VP3, codec da On2 que foi cedido à Xiph Fundation numa licença livre irrevogável em 2002. Pela especificação, o Theora é um codec da geração do MPEG-4 Visual (Xvid e compatíveis), não tendo como competir com o H.264 numa boa implementação (que não é o caso do YouTube atualmente). Até o momento é o que tem-se disponível livre de royalties, sendo, portanto, de livre implementação. Por isso, para mim, é única escolha no momento, mesmo que tecnicamente (considerando a especificação) não seja tão avançado como codecs modernos (H.264, VC-1 e o próprio VP8).

Tendo o VP8 livre, seria algo fantástico, visto que é superior ao Theora. Daí acabaria com a choradeira e sepultaria o H.264 de uma vez por todas. ideia.png
...
Chino Ventura
Chino Ventur... Geek Registrado
2.7K Mensagens 78 Curtidas
#39 Por Chino Ventur...
23/02/2010 - 00:12
gugamilare disse:
Isso seria ilegal e também um alvo fácil para a MPEG-LA. Lembre-se que esta não tem só o direito sobre o código, mas também patentes sobre o algoritmo e o método. Qualquer codificador ou decodificador compatível com o h.264 violaria várias patentes estabelecidas.

Na melhor das hipóteses, é hora de juntar um grupo de computeiros e matemáticos aplicados para criar um formato aberto que possa competir com o h.264, ou melhorar o Theora ao mesmo ponto.


Concordo que essa seja a saída.. valeus! :P
______________________________________________
"Simple' is defined from a technical standpoint, not a usability standpoint. It is better to be technically elegant with a higher learning curve, than to be easy to use, and technically crap." by Aaron Griffin
Linux User: # 432048
Marcos FRM
Marcos FRM Highlander Registrado
10.3K Mensagens 712 Curtidas
#40 Por Marcos FRM
23/02/2010 - 14:34
Outro texto interessante, desta vez de Jason Garrett-Glaser, desenvolvedor principal do x264, cosiderado o melhor encoder H.264 da atualidade, que é licenciado pela GPL.

Flash, Google, VP8, and the future of internet video

Ele comenta os motivos de toda a raiva contra o Flash (que não é em vão), os problemas técnicos do Theora, da possibilidade do Google dar uma rasteira na Adobe abrindo o VP8, das incertezas do mercado (se com um codec que não seja o H.264 a indústria simplemente não irá continuar com o Flash...), entre outros assuntos.
...
Marcos FRM
Marcos FRM Highlander Registrado
10.3K Mensagens 712 Curtidas
#42 Por Marcos FRM
29/04/2010 - 22:51
Pronto. Caiu a casa.

IE9 terá HTML 5 com suporte apenas a H.264.

http://www.osnews.com/story/23229/IE9_HTML5_Video_Will_Be_H264_Only

bravissimo.gif

A exigência de um codec de livre uso/implementação, que existe desde o começo pelo WHATWG, foi jogada no lixo. Apesar da especificação não estar finalizada, agora a Apple tem a Microsoft como aliada para empurrar a todos o H.264 como padrão. E ainda tem o Chrome também suportando H.264.

O Firefox e Opera ainda podem ser um reduto de resistência, só resta esperar que ainda possa ser feita alguma coisa...
...
© 1999-2024 Hardware.com.br. Todos os direitos reservados.
Imagem do Modal