qbitTorrent, um cliente alternativo para Torrents

qbitTorrent, um cliente alternativo para Torrents
O projeto do qBittorrent se iniciou em março de 2006, com a idéia de desenvolver um cliente de Bittorrent para Linux que fosse leve, bonito e fácil de usar. O fundador do projeto é o estudante francês de engenharia Christophe Dumez.

Pois bem, aí está um novo aplicativo no mundo do código-livre que oferece mais uma alternativa, baseando-se nas bibliotecas QT 4 e Libtorrent. Agora ele já se encontra em sua versão estável, a 1.0.0, então podemos utilizá-lo sem medo de bugs. O site oficial começa com um belo visual, e se encontra em http://qbittorrent.sourceforge.net/:

modelo24
Segundo o site, “se você usar, nunca mais largará“. Bom, no mesmo algumas características são dadas:

qBittorrent pode agora ser considerado uma outra alternativa aos atuais clientes BitTorrent.


Ele tem as seguintes características:

  • Uma interface gráfica polida escrita em Qt 4.3
  • Downloads múltiplos/simultâneos
  • Um motor de procura integrado
  • Suporte a DHT (sistema sem tracker)
  • Suporte a PeX (uTorrent Peer eXchange)
  • Verificação de diretórios com download automático de torrents
  • Ótima internacionalização (mais de 25 idiomas suportados)
  • Download seletivo de arquivos num torrent
  • Pré-visualização do arquivo enquanto está sendo baixado
  • Edição de trackers e priorização
  • Seeders / Leechers mostrados na lista de download
  • Download do Torrent em ordem correta
  • Integração com a bandeja do sistema (tray)
  • Suporte a autenticação de trackers
  • Suporte a Unicode
  • Download do Torrent direto de sua URLrl
  • Conexão por proxy
  • Filtro de IP similar ao eMule

O qBittorrent está em desenvolvimento ativo, e a versão (v1.0.0) trouxe novos recursos como:

  • Suporte a UPnP / NAT-PMP port forwarding
  • Portabilidade para Windows
  • Suporte a feeds RSS
  • Priorização de arquivos dentro de um torrent
  • Suprote a temas
  • Melhor integração com o sistema

O programa está num desenvolvimento bem ativo, maior que o Ktorrent, e por ser escrito em Qt 4, torna-se um dos grandes potenciais a “tomar” o “mercado” dos clientes para Linux futuramente. É difícil comparar com o Ktorrent, pois ambos possuem objetivos muito diferentes. Porém, achei o qbitTorrent bem objetivo, informativo e prático.

O qBitTorrent é muito amigável, veja alguns detalhes da versão em inglês:

screenshot
Veja a barra de ferramentas, com todos os botões mais usados, e todas as informações necessárias. Agora, também observe que, a parte de busca é um ponto forte deste programa, onde é possível encontrar facilmente, e sem sair da interface, arquivos torrent. É possível escolher entre diversos “motores” de pesquisa, como o MiniNova, ThePirateBay, IsoHunt e MegaNova. Além disso, através de um botão na interface, é possível atualizar os motores de pesquisa. Veja como é:

screenshot2
As opções também são bem práticas de mexer, alterando conexão, limites, proxy, filtros IP, idioma (inclusive o português), e outras configurações:

screenshot3
Até leitor RSS, voltado para saber as novidades em sites de Torrent, o cliente possui:

screenshot4

Resumindo, é um programa que promete, e de boa qualidade, lembrando que ainda está em desenvolvimento ativo, e em sua primeira versão estável já possui todas essas funcionalidades. Não deixa nada a desejar para os outros.

Agora, vamos à instalação.

Instalação

Para os sistemas baseados em Debian e Ubuntu, estão disponíveis já repositórios oficiais do programa. Para isso, abra o /etc/apt/sources.list, com o comando (use o editor de sua preferência):

$ sudo kedit /etc/apt/sources.list

Com ele aberto, insira as linhas abaixo, no final do arquivo (escolha também a arquitetura de seu processador):

Para o Debian Testing:

i386:

deb http://hydr0g3n.free.fr/qbittorrent/testing/ ./
deb-src http://hydr0g3n.free.fr/qbittorrent/testing/ ./

amd64:

deb http://hydr0g3n.free.fr/qbittorrent/testing-amd64/ ./

Debian Unstable/Sid:

i386:

deb http://hydr0g3n.free.fr/qbittorrent/unstable/ ./
deb-src http://hydr0g3n.free.fr/qbittorrent/unstable/ ./

amd64:

deb http://hydr0g3n.free.fr/qbittorrent/unstable-amd64/ ./

Para o Ubuntu Gutsy (7.10) ou Hardy (8.04)

i386:

deb http://hydr0g3n.free.fr/qbittorrent/gutsy/ ./
deb-src http://hydr0g3n.free.fr/qbittorrent/gutsy/ ./

amd64:

deb http://hydr0g3n.free.fr/qbittorrent/gutsy-amd64/ ./

Salve e feche o editor. A seguir, vamos atualizar a lista de pacotes:

$ sudo apt-get update

E instale:

$ sudo apt-get install qbittorrent

E pronto. Para abri-lo, basta ir até Menu K -> Internet -> qbitTorrent, ou rodar o comando qbittorrent.

No Mandriva, os passos são bem simples também. Abra um terminal e, como root, rode o comando abaixo para adicinar o repositório:

# urpmi.addmedia qbittorrent http://hydr0g3n.free.fr/qbittorrent/mandriva with hdlist.cz

E, para instalar:

# urpmi.update -a
# urpmi qbittorrent

Você também pode instalar graficamente usando esta dica sobre ativação de repositórios no Mandriva. As informações do repositório para a instalação neste modo são:

Nome: qbittorrent
URL: http://hydr0g3n.free.fr/qbittorrent/mandriva
Lista: hdlist.cz

No caso do Gentoo, para baixar o arquivo .ebuild e instalar o programa visite a página: http://packages.gentoo.org/package/qbittorrent
Você também pode instalar usando o comando:

# emerge –search qbittorrent
# emerge qbittorrent

Para efetuar a instalação no OpenSuse, rode o comando abaixo para ativar o repositório (escolha entre a versão 10.2 ou 10.3 de seu OpenSuse):

10.2:

$ sudo zypper sa http://download.opensuse.org/repositories/home:/jefferyfernandez/openSUSE_10.2/ “qBittorrent”

10.3:

$ sudo zypper sa http://download.opensuse.org/repositories/home:/jefferyfernandez/openSUSE_10.3/ “qBittorrent”

Caso deseje utilizar o YaST2, abra-o, e usando esta dica sobre a adição de repositórios ao OpenSuse, adicione a linha:

10.2:

http://download.opensuse.org/repositories/home:/jefferyfernandez/openSUSE_10.2/

10.3:

http://download.opensuse.org/repositories/home:/jefferyfernandez/openSUSE_10.3/

Após adicionar o repositório, procure em seu YaST2 o pacote “qbittorrent”, e marque-o para instalação como outro pacote qualquer.

Também é possível compilar pelo código-fonte, mas para isso é necessário ter as bibliotecas de desenvolvimento do Qt 4.3 instaladas, situação não muito fácil de se encontrar. O arquivo está disponível no link: http://osdn.dl.sourceforge.net/sourceforge/qbittorrent/qbittorrent-1.0.0rc11.tar.gz

Para compilar e instalar a rotina é a mesma, extraindo o pacote, rodando um ./configure, make e sudo make install. Isso depois de conferir se as bibliotecas de desenvolvimento do Qt 4.3 e Libtorrent com versão igual ou superior a 0.13~svn.r1912.

Bom, aí está o qbitTorrent, mais uma alternativa em clientes Torrent 😉

Sobre o Autor

Redes Sociais:

Deixe seu comentário

X